19 de set de 2011

A CONVERSÃO DE CADA UM É DIFERENTE

O pecador convicto tem alguma coisa que fazer além de arrepender-se; tem que fazer a sua parte para ser aceito por Deus. Deve crer que Deus lhe aceita o arrependimento, de conformidade com Sua promessa: "Sem fé é impossível agradar-Lhe, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que é galardoador dos que O buscam." (Hebreus 11:6). A obra da graça no coração não se opera instantaneamente. Efetua-se por uma vigilância contínua e cotidiana e crendo nas promessas de Deus. A pessoa arrependida e crente, que nutre fé e ardentemente anela a graça renovadora de Cristo, não será por Deus despedida vazia. Ele lhe concederá graça. E os anjos ministradores ajudá-la-ão enquanto perseverar nos esforços para avançar.Nem todos estão constituídos da mesma maneira. Nem todas as conversões são iguais. Jesus impressiona o coração, e o pecador renasce para viver vida nova. Freqüentemente as pessoas são atraídas para Cristo sem que ocorra uma manifestação violenta, nem dilaceramento de alma, nem terrores de remorsos. Olharam um Salvador crucificado; e viveram. Viram a necessidade da alma; viram a suficiência do Salvador e Seus reclamos; escutaram-Lhe a voz dizendo: "Segue-Me", e levantaram-se e O seguiram. Esta conversão foi genuína, e a vida religiosa foi tão resoluta quanto a de outros que sofreram toda a agonia de um processo violento.(Evangelismo,pag.288).

Nenhum comentário: