30 de mar de 2010

DIARIAMENTE , UMA MEDITAÇÃO...COMEÇANDO HOJE!

Março 30, Terça-feira***** A Primeira Vinda de Jesus**** "Vindo ... a plenitude do tempo, Deus enviou Sem Filho, ...para resgatar os que estavam sob a lei, a fim de que recebêssemos a adoção de filhos". Gál. 4-.4 ES A vinda do Salvador foi predita no Éden. Quando Adão e Eva ouviram pela primeira vez a promessa, aguardavam-lhe o pronto cumprimento. Saudaram alegremente seu primogênito, na esperança de que fosse o libertador. Mas o cumprimento da promessa demorava. Aqueles que primeiro a receberam, morreram sem o ver. Desde os dias de Enoque, a promessa foi repetida por meio de patriarcas e profetas, mantendo viva a esperança de Seu aparecimento, e todavia Ele não vinha. A profecia de Daniel revelou o tempo de Seu advento, mas nem todos interpretavam corretamente a mensagem. Século após século se passou; cessaram as vozes dos profetas. A mão do opressor era pesada sobre Israel, e muitos estavam dispostos a exclamar: "Prolongar-se-ão os dias, e perecerá toda a visão". Ezeq. 12:22. Mas, como as estrelas no vasto circuito de sua indicada órbita, os desígnios de Deus não conhecem adiantamento nem tardança. Mediante os símbolos da grande escuridão e do forno de fumo, Deus revelara a Abraão a servidão de Israel no Egito, e declarara que o tempo de sua peregrinação seria de quatrocentos anos. "Sairão depois", disse Ele, "com grandes riquezas". Gên. 15:14. Contra essa palavra, todo o poder do orgulhoso império de Faraó batalhou em vão. "Naquele mesmo dia", indicado na promessa divina, "todos os exércitos do Senhor saíram da terra do Egito". Exo. 12:41. Assim, nos divinos conselhos fora determinada a hora da vinda de Cristo. Quando o grande relógio do tempo indicou aquela hora, Jesus nasceu em Belém. "Vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou Seu Filho". A Providência havia dirigido os movimentos das nações, e a onda do impulso e influência humanos, até que o mundo se achasse maduro para a vinda do Libertador. ... Então veio Cristo, a fim de restaurar no homem a imagem de seu Criador. Ninguém, senão Cristo, pode remodelar o caráter arruinado pelo pecado. Veio para expelir os demônios que haviam dominado a vontade. Veio para nos erguer do pó, reformar o caráter manchado, segundo o modelo de Seu divino caráter, embelezando-o com Sua própria glória. - DN, 23 e 27.

POSTAGEM DIÁRIA DA MEDITAÇÃO MARANATA

Amigos e visitantes deste Blog. Iniciaremos, a partir de hoje, a publicação diária de um Livro Inspirado,chamado Meditações Maranata(E.G.White). A cada dia, temos uma mensagem que trás conforto e reflexão, afinal, estamos no limiar de um Novo Tempo, de espera da vinda do Senhor Jesus a este planetinha tão sofrido, e que apesar de tantas coisas lindas e maravilhosas que Deus nos presenteou, estamos vendo a destruição gradativa do planeta e de tudo que temos de bom e belo. A natureza clama por socorro, estams vendo a mídia mostrarnos a cada dia, as destruições e milhares de vidas se perdendo, pelas calamidades que estão assolando o mundo inteiro.Isso é para que reflitamos um pouco. Será que vale a pena nos apegarmos as coisas do mundo? Permaneçamos confiando nas Promessas de Jesus, que nos promete Novo Céu e Nova Terra, em que habitam a Justiça,e enfim teremos a paz verdadeira e o amor infinito, que só Cristo pode dar.estaremos publicando essas meditações, a cada dia. O objetivo é trazer um pouco de paz e conforto aos corações e a doce esperança de que em breve Cristo virá buscar aqueles que o amam e fazem Sua vontade, e seremos um só Rebanho e um só Pastor! Amém! MARANATA!

MARANATA - O SENHOR VEM!

PREFÁCIO "A doutrina do segundo advento é, verdadeiramente, a nota tônica das Sagradas Escrituras", declara a autora das mensagens inspiradas escolhidas para este volume devocional. "Em torno de Sua vinda agrupam-se as glórias daquela 'restauração de tudo', de que Deus falou pela boca de todos os Seus santos profetas desde o principio'. Atos 3:21. Quebrar-se-á então o prolongado domínio do mal; 'os reinos do mundo' tornar-se-ão 'de nosso Senhor e de Seu Cristo, e Ele reinará para todo o sempre'. Apoc. 11:15". – O Grande Conflito, pp. 293 e 300. O coração do povo de Deus, tanto de moços como de velhos, palpita com intenso anseio por esse dia de livramento tão prestes a acorrer. Com o rápido cumprimento das profecias confirmando sua fé na irninência da volta de nosso Senhor, os Depositários do Patrimônio Literário de Ellen G. White incumbiram alguns membros de seu quadro de auxiliares de compilar leituras diárias que versassem sobre o tema geral de escatologia, com ênfase na vinda de nosso Senhor. A compilação seria incompleta sem leituras alusivas aos sinais que assinalam a aproximação do Rei vindouro; aos acontecimentos que decorrem em conexão com o Seu segundo advento; a Seu reinado milenial em glória; bem como vislumbres e profecias a se cumprirem no fim dos mil anos de silêncio durante os quais Satanás será um prisioneiro na Terra. Declarações elucidativas sobre um assunto tão importante para a Igreja Adventista do Sétimo Dia apareceram sob a forma impressa nos livros de Ellen G. White e em seus artigos nas revistas denominacionais, e nisso reside a explicação para a freqüente referência aos livros O Grande Conflito, O Desejado de Todas as Nações, Primeiros Escritos, os nove volumes de Testimonies for the Church, e às revistas Review and Herald e Signs of the Times. Algumas declarações de manuscritos inéditos enriquecem a apresentação. Foi necessário fazer certas supressões no texto dos materiais escolhidos a fim de eliminar repetições ou citações não tão apropriadas ao assunto apresentado, ou para acomodar de- terminada leitura à página a que se destina. Tais supressões de maneira alguma deturpam ou alteram o significado da passagem original. O índice Escriturístico abrange não somente todos os versículos citados, mas também aqueles a que se faz alusão, provendo assim uma lista que pode ser usada até certo ponto como índice remissivo. Cremos que este volume devocional, o décimo primeiro livro dessa espécie da autoria de Ellen G. White. com sua ênfase ,em profecias cumpridas e por se cumprir, é muito oportuno. O material é direto, franco e inspirador. A mensagem deveria produzir avivamento da mais genuína espécie, desafiando o leitor ao preparo e à compreensão no tocante a esse tema fundamental tão precioso ao coração de todos nós. Como resultado, oxalá muitos sejam selados na fronte com o selo do Deus vivo e habilitados a atravessar o tempo de angústia e a encontrar-se em paz com o Rei. vindouro. Maranata!  

ASSADO DELICIOSO DE SOJA EM GRÃO E BERINGELA AO FORNO

INGREDIENTES DO ASSADO DE SOJA: 2 xícaras de soja cozida com sal 2 xícaras de tomates temperado s com sal 2 xícaras de cebolas em rodelas 2 pimentões vermelhos em tirinhas 3 colheres de sopa de óleo de oliva 1 colher de chá de orégano 1 xícaras de farinha de pão fresco. Modo de preparo Coloque numa assadeira untada, a soja, numa camada de 1 centímetro. Cubra com o tomate temperado, salpique orégano, cubra com o pimentão e acebola em rodelas. Regue com o óleo de oliva, salpique as migalhas de pão cobrindo todo o assado.Temperatura: 175ºC Rendimento médio 5 porções ................................. INGREDIENTES DA BERINGELA DE FORNO: 02 beringelas grandes 02 dentes de alho bem picadinhos 1/3 de pimentão verde picadinho 1/2 xícara de azeitonas pretas ( pode ser a fatiada) um pitada de sal azeite de oliva à gosto óregano ou mangerona - à gosto Modo de preparo Lave bem as berinjelas, corte-as em cubinhos (com casca), tempere com o restante dos ingredientes. Cuidado com o sal, na maioria das vezes a conserva de azeitonas já vem bem salgada. Espalhe em um refratário, leve ao forno préaquecido, asse por uns 20 ou 30 min, mexa para não grudar, quando estiver bem sequinha está pronta. Pode ser sevida fria, como salada, ou quente como acompanhamento.

CINEMA OU DVD EM CASA: TUDO É A MESMA COISA?

O salmista no Salmo 1:1, quando ele diz: “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores”. Creio que o cinema é uma roda específica de escarnecedores, que estão buscando um tipo de prazer que só lá dentro alcançarão. Será que ao ir ao cinema não estou me detendo no caminho dos pecadores? A escuridão do ambiente afeta tremendamente o ouvinte. Engraçado é que ninguém percebe e acha normal. E é aí que a gente vê como o diabo é sutil. O ambiente escuro é para ninguém ver ninguém, e para tentar colocar na sua cabeça que aquela imagem é uma realidade só sua, feita para você; ainda que seja só naquele momento. Seu subconsciente consegue captar mensagens que podem afetar profundamente sua maneira de ver, pensar e agir, baseado em imagens que muitas vezes nem sequer fazem parte do nosso mundo real. normalmente, não gostamos da escuridão. Temos medo. E tão logo entramos em um ambiente escuro, procuramos uma luz para acender. Entretanto, no cinema, as trevas têm por objetivo captar a sua mente, levando você a uma fantasia que não é a sua realidade. Pode parecer que não, mas ver o filme no escuro do cinema, e ver no claro na sala de estar da sua casa, faz uma grande diferença quanto à influência que você recebe. E às vezes, essa influência é involuntária, você nem a percebe, mas ela está lá. Ao escrever esta declaração, não estou defendendo a liberação de qualquer filme em casa, mas tentando mostrar que, definitivamente, o cinema não é um lugar para cristãos. O tamanho da tela gera uma imagem muito realística, que associada com o escuro, exerce um poder fascinante, transportando você da sua realidade para dentro de um mundo imaginário no filme. Como todo mundo nesta vida de pecado tem sonhos, os filmes não são outra coisa senão os sonhos dos seres humanos se tornando realidade. Daí porque o mundo está fascinado com Hollywood. Jamais a tela de um televisor, por maior que seja, vai exercer sobre você um poder tão fascinante como dentro do cinema. Se fizermos uma pesquisa com duas pessoas, sendo que uma assiste a dez filmes em casa, e depois dermos um questionário para elas responderem, buscando ver o efeito dos filmes no subconsciente, compreenderemos o poder do cinema, e por que a igreja está certa em dizer que ele é pecado. O último motivo pelo qual o cristão não deve ir ao cinema é simples. Eu até diria elementar, mas de uma sabedoria fantástica: “Na dúvida, não ultrapasse.” Por que correr o risco, se o assunto é polêmico? Será que Jesus entraria com você no cinema? A mesma pergunta pode ser feita quanto à escolha que você faz dos seus filmes. Será que ele sentaria com você na poltrona da sua casa e assistiria aos filmes que você está assistindo? acho que, na dúvida, não é bom ultrapassar. Que sabe esse último princípio, ainda que simples, possa salvar jovens que ainda não têm fé suficiente para compreender os quatro princípios anteriores. Talvez você não esteja convencido de que não deve ir, mas se a dúvida está no seu coração, é mais seguro não ir. Para aqueles que não têm dúvida, e que se sentem confortáveis em ir, achando que não há nada de mais, eu diria que a sua consciência não é um guia seguro. Você pode até estar sendo sincero no que faz, mas se caminhar na direção errada, perderá o jogo da vida eterna. Certa vez, li uma história em que a Coca-Cola resolveu fazer um teste de marketing para testar o poder da imagem sobre o subconsciente das pessoas. Na produção de um filme para o cinema, eles incluíram várias vezes, no meio da projeção, rápidas imagens de uma garrafa de Coca-Cola . Os flashes eram rápidos como um relâmpago e, embora as pessoas vissem aquele rápido flash na tela, elas não conseguiam identificar a imagem. Na saída do cinema, eles colocaram bancas de Coca-Cola para vender e, à porta ,eles perguntavam às pessoas se elas podiam dizer o que viram na imagem dos flashes. Ninguém conseguiu dizer o que tinha visto na imagem, mas todos perceberam o flash rápido. Apesar de não terem notado a imagem da garrafa de Coca-Cola, 70% daqueles que assistiram ao filme, comprararm uma garrafa de Coca-Cola para beber, na saída do cinema. Os outros 30% não compraram, mas confessaram que estavam com vontade de beber. Essa experiência mostra que o poder do subconsciente de captar as imagens é muito grande. Somos afetados sem perceber, e aí reside o perigo. Em minha opinião, a igreja está certa quanto a não ir ao cinema. Se bem que também devemos cuidar muito com o que assistimos em casa. Hollywood está determinando o comportamento da sociedade moderna e criando filmes que, em lugar de entreter as pessoas, as levam a ficarem insatisfeitas com a sua vida, porque elas vêem nos filmes um mundo de sonhos e cores. A comparação é uma arma de Satanás para nos conduzir ao pecado. Ele fez isso no Éden, tentando comparar o homem a Deus. E hoje ele usa os meios mais sofisticados para levá-lo a comparar a realidade da sua vida com a imagem fantasiosa dos filmes. Se a sociedade pudesse imaginar o que existe por trás dessas produções, e como se situa o mundo artístico, talvez nem assistisse aos filmes que por eles são produzidos. O critério para provar se um filme é bom ou não? Faça a pergunta: Poderia Jesus assistir comigo? Sim ou não? Lembre-se de que lá no Céu não existe o mundo imaginário dos filmes e das superproduções. Lá, sim, nos encontraremos com a verdadeira realidade dos nossos sonhos, e a tela, seja do cinema ou da TV, já não terá mais poder sobre nós, e nem existirá, porque Aquele que é real, nos transformará para as realidades eternas. (Pr. Dilson Bezerra Pastor da Igreja Brasileira de Dallas)

25 de mar de 2010

PATÊ DE TOFÚ ? HUMMMM!! DELICIOSO!

250gr de Tofu picado 1 col. (sopa) de salsa e cebolinha,é bem melhor as desidratadas 1 col. (sobremesa) de orégano; 1 pitada de páprica picante 3 col. (sopa) óleo 2 dentes de alho bem amassados Pimenta dedo-de-moça(só uma pitadinha) - opcional Bater todos os ingredientes no liquidificador até misturar todos os ingredientes. Servir com pão, torradinhas ou legumes crus fatiados. É delicioso com o pão sírio, que já tem a venda nos supermercados e padarias.

APRENDA A FAZER PÃO SÍRIO VEGAN

- 1/2 litro de água morna - 1/2 xic. chá de óleo - 2 colheres (sopa) de açúcar - 1 colher (chá) de sal - 3 tabletes de fermento fresco - 1 kg de farinha de trigo Dissolver o fermento na água morna, acrescentando (nessa ordem) o açúcar, o óleo e por último o sal. Adicionar a fariha de trigo amassando bem até formar uma massa lisa e homogênea. Cobrir a massa com pano e deixar crescer por meia hora. Fazer bolinhas com a massa e achatar depois, ou abrir a massa com um rolo, e cortar rodelas do tamanho desejado. Deixar crescer mais 10 minutos, e assar em forno médio (180°) por aproximadamente 15 minutos ou até a massa começar a dourar (cuidado para não deixar muito tempo!)

SALPICÃO VEGETARIANO, VOCES ACREDITAM?

1 xícara de proteína de soja fina - 1 lata de milho - 1/2 pimentão vermelho picado em cubinhos - 1 pimentão verde picado em cubinhos - 1/2 pimentão amarelo picado em cubinhos - 3 cenouras raladas - 150 gr de azeitonas picadas - 250gr de champignon - 1 xícara de tofu batido - 2 xícaras de batata palha - 2 colheres de sopa de óleo - 1 cebola pequena ralada Hidrate a soja e tire o excesso de água. Leve uma panela ao fogo com o óleo. Doure a cebola, acrescente a soja e refogue. Coloque um copo de água e temperos à gosto. Deixe cozinhar até secar, mexendo sempre pra não grudar. Deixe esfriar. Numa vasilha funda, misture a cenoura, o milho, o palmito, o pimentão, a soja e as azeitonas. Acrescente o tofu. Misture a batata palha somente na hora de servir.

QUEM DISSE QUE VEGETARIANO SÓ COME FOLHA?

JÁ EXPERIMENTOU FAZER UMA PIZZA VEGETARIANÍSSIMA? Aliás, esta é Vegan mesmo. Aí vai uma receita de massa de pizza integral, que rende 3 discos de pizza: 250g farinha de trigo integral 250g farinha de trigo branca 20 ml azeite 6g de fermento biológico seco (1 colher de sopa ou 1/2 envelope) ou 10g de fermento biológico fresco 5 g de sal (1 colher de chá) 280ml de água Se for usar o fermento fresco, misture com o sal até dissolver e comece a receita. Se for usar o seco, peneire as farinhas em conjunto com o fermento e o sal. Coloque a água e o azeite no centro e misture até formar uma massa homogênea e um pouco dura. Sove a massa em uma superfície lisa até ficar macia e completamente lisa e elástica. Deixe descansar em um bacia coberta por um pano (se estiver frio, colocar dentro do forno desligado) até dobrar de tamanho. Divida a massa em 2 ou 3 pedaços, abra com um rolo de macarrão e coloque em formas de pizza enfarinhadas. Pré asse em forno quente por 5 minutos (deve formar uma crosta fina sobre a massa e algumas bolhas, mas não deixe cozinhar completamente). Cubra com o que quiser e retorne ao forno quente para terminar de assar. Como preparar o molho de tomate: Corte vários tomates em quadradinhos, coloque no fogo baixo, misturando com um pouco de sal. Deixe derreter, mexendo de vez em quando. Os tomates podem ser moídos crus também, deixando para esquentar diretamente no forno. Como preparar o tofupiry: 500g tofu 100g azeite 50ml limão 100g polvilho azedo sal leite de soja amasse o tofu com um garfo e bata no liquidificador com o azeite, o máximo que conseguir. acrescente sal, o polvilho azedo e o limão e bata mais um pouco. leve ao fogo, acrescentando leite de soja aos poucos, até dar ponto de requeijão. Como preparar o pesto: rúcula castanhas do pará azeite bata tudo no liquidificador Arrume um disco de pizza, espalhe molho de tomate sobre ele, espalhe o tofupiry, coloque as rodelas de tomate com uma fatia de tofu e o pesto, coloque azeite a gosto e leve ao forno.

20 de mar de 2010

AS LEIS NA BÍBLIA

"Por essa razão, pois amados, esperando estas coisas, empenhai-vos por serdes achados por Ele em paz, sem mácula e irrepreensíveis, e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor, como igualmente o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada, ao falar acerca destes assuntos, como, de fato costuma fazer em todas as suas epístolas, nas quais há certas coisas difíceis de entender, que os ignorantes e instáveis deturpam, como também deturpam as demais Escrituras, para a própria destruição deles. Vós, pois, amados, prevenidos como estais de antemão, acautelai-vos; não suceda que, arrastados pelo erro desses insubordinados, descaias de vossa própria firmeza; antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A Ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno." II Pedro 3:14 a 18. Amigos, vamos iniciar um estudo sobre textos mal compreendidos hoje pelos cristãos, com relação a Lei de Deus ou Dez Mandamentos analisando textos, dentre eles: Gálatas 3:10 - "Todos quantos, pois, são das obras da lei estão debaixo de maldição..." Gálatas 3:13 - "Cristo nos resgatou da maldição da lei..." Efésios 2:15 - "Aboliu, na Sua carne, a lei dos mandamentos na forma de ordenanças..." Colossenses 2:16 e 17 - "Ninguém, pois, vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa de dias de festa, ou de lua nova, ou de sábados, que são sombras das coisas vindouras; mas o corpo é de Cristo." * * * * * * * Leia os versículos seguintes comparando com os citados acima. Romanos 3:31 - "Anulamos, pois, a Lei pela fé? Não, de maneira nenhuma! Antes, confirmamos a Lei." - Ora! Não foi desfeita a Lei? Não é maldito o que observa? Porque então "estabelecer" uma Lei nestas condições, ainda mais sobre a base da fé? Romanos 7:7 - "Que diremos, pois? É a Lei pecado? De modo nenhum! Mas eu não teria conhecido o pecado, senão por intermédio da Lei; pois não teria eu conhecido a cobiça, se a Lei não dissera: 'Não cobiçarás.'" Romanos 7:12 - "Por conseguinte, a Lei é santa, e o mandamento, santo, e justo e bom." - Repetindo: Lei santa, Lei justa e Lei boa. Como admitir que a mesma seja maldita? Efésios 6:2 - "Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa..." - Paulo adverte a observar esse mandamento, no entanto, seria ilógico observá-lo, já que os Dez Mandamentos, foram "desfeitos", não acha? I Timóteo 1:8 - "Sabemos, porém, que a Lei é boa, se alguém dela se utiliza de modo legítimo..." - E agora? Para onde ir? É inconcebível que uma coisa maldita, desfeita ou anulada, seja boa, concorda? Até aqui, é possível ter entendido que há diversidade de leis na Bíblia. E realmente Paulo menciona muito o termo lei, nos assuntos que enfoca, de maneira ora explícita e clara, ora dificultosa ao entendimento imediato. Certo é que Paulo estabelece a diversidade de leis, realçando uma, a Lei de Deus (Dez Mandamentos) também conhecida como Lei Moral e mostrando a caducidade de outra, a Lei de Moisés, também conhecida Lei Cerimonial na qual era constituída de: sacrifícios, ofertas diversas, circuncisão, dias de festas... Crê boa parte dos cristãos de hoje que a Lei de Deus foi abolida quando Cristo morreu na cruz. Isso ocorre porque estes mesmos cristãos aplicam ao termo "LEI", encontrado nas Escrituras, como a definição de todas as leis da Bíblia. Não sancionam a separação delas e discordam que haja distinção entre as mesmas, tudo se resume, pensam, na Lei de Moisés. Admitir que a Bíblia só apresente uma lei, e que tudo é Lei de Moisés, não havendo portanto distinção entre elas, é o mesmo que dizer ser ela um amontoado de contradições. De fato, existem leis providas de Deus, que foram enunciadas, escritas e entregues por Moisés, e entre elas está a Lei Cerimonial, constituída de um ritual que os judeus deveriam praticar até que viesse o Messias Jesus. (Êxodo 24:7; Deuteronômio 31:24 a 26) "Os descendentes de Abraão foram cativos no Egito, e o clamor de suas aflições foram ouvidas por Deus, e Ele 'lembrou' da aliança que fizera com Abraão, resgatando assim os israelitas do seu opressor, fazendo deles oráculos, guardiões dos estatutos divinos, e ao mesmo tempo testemunhas do poder Criador de Deus às demais nações." (Gênesis 17:1 a 8; Gênesis 17:9 a 14; Êxodo 3:1 a 9; Êxodo 19:1 a 8) Os rituais cerimoniais que Deus estabeleceu, simbolizava o evangelho para eles (judeus), e compunha-se de ordenanças como: ofertas diversas, holocaustos, abluções, sacrifícios, dias anuais de festas específicas e deveres sacerdotais. E tais ordenanças foram registradas na Lei de Moisés [Lei Cerimonial], não na Lei de Deus [Lei Moral]. (II Crônicas 23:18; II Crônicas 30:15 a 17; Esdras 3:1 a 5). Todo o cerimonialismo, representava Cristo. Todas os estatutos e leis cerimoniais que eram realizados pelos judeus apontavam para Ele. Todas as coisas realizadas representava o sacrifício, o perdão e a salvação realizado por Cristo na cruz. (Colossenses 2:8 a 19). Pesquisando atentamente as Escrituras, podemos encontrar outras leis como: * leis acerca dos altares - Êxodo 20:22 a 26; * leis acerca dos servos - Êxodo 21:1 a 11; * leis acerca da violência - Êxodo 21:12 a 36; * leis acerca da propriedade - Êxodo 22:1 a 15; * leis civis e religiosas - Êxodo 22:16 a 31; * lei dietética - Levítico 11; * repetição de diversas leis - Levítico 19... * leis para os sacerdotes - Levítico 21:1 a 24; Existe, porém, um código particular e distinto, escrito e entregue pelo próprio Deus a Moisés, a Lei Moral [Dez Mandamentos - Êxodo 31:18]. Esta Lei é universal e eterna. (Isaías 56:1 a 8; Mateus 5:17 a 20; Eclesiastes 12:13 e 14). Portanto estudando com cuidado e humildade, buscando o auxílio do Senhor para compreendê-las, poderemos através do Espírito Santo, ter a mente esclarecida e encontrar na Bíblia essa variedade de leis.

VIDA NOVA EM CRISTO

"Renovar é viver" ensina um velho ditado. Renovamos a pintura de nossa casa, e parece que essa mudança nos ajuda a viver melhor. Estreamos um novo terno, um novo vestido, uma nova roupa, colocamos um novo calçado ou simplesmente renovamos a disposição dos móveis da casa, e tais alterações da rotina diária nos reanimam e criam uma melhor disposição. Porém, se estas pequenas mudanças externas podem, nos oferecer satisfação, você é capaz de imaginar quanto mais proveito poderia nos oferecer uma renovação interior? Uma renovação espiritual? Quando uma pessoa melhora por dentro, seus pensamentos, suas intenções e seus sentimentos, adquire-se então vida nova. Seu modo de ser se torna mais agradável e até seu semblante se ilumina. Mas, muitas vezes temos certas atitudes que na realidade, não gostaríamos de ter. E logo sobrevem um sentimento de desgosto, e nos perguntamos confundidos: "Por que sou assim? Quero fazer o bem e quantas vezes as coisas me saem mal."?! Na verdade, estas palavras não são novas, porque já em seus dias o apóstolo, Paulo se expressou de maneira parecida. Vejamos o que ele escreveu em Romanos 7:18-20 "Eu sei que em mim, isto é, em minha carne, não mora bem algum, porque o querer o bem está em mim, porém não faço. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse faço. E se faço o que não quero, já não faço eu, senão o pecado que mora em mim." Esta é a luta de todo o ser humano; querer fazer o bem, porém comprovar com tristeza que nossa inclinação natural nos induz a cometer o mal. O profeta Jeremias afirma em seu livro: "Enganoso é o coração, mais que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?" Jeremias 17:9 Quando os Escritos Sagrados mencionam a palavra coração, quase sempre se referem à mente, à vontade, à intimidade da alma. É a nossa mente que é "enganosa" e, "perversa", e está doente e tantas vezes nos atraiçoa. Porém essa parte do ser pode ser mudada, e em consequência, pode nos assegurar plena felicidade. Mas, como nossa mente pode ser mudada? A simples compreensão de nossa necessidade não basta; nem tampouco são suficientes a lucidez mental e a força de vontade. Podemos lutar toda a vida para combater os nossos defeitos, e ainda assim, seguir dominados por eles. A única maneira de mudar a mente é buscando a ajuda de Deus. Só Ele tem poder para transformar o coração humano. É o único que pode fazê-lo. O mesmo Deus que criou o homem pode recriar o nosso coração, a nossa mente. A Palavra de Deus deixa claro que uma nova vida é possível e está ao nosso alcance. "Vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupscências do engano, e vos renoveis no espírito do vosso entendimento e vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade." Efésios 4:22-24 Temos exemplos na Bíblia de homens que tiveram a experiência de serem tocados pelo dedo de Deus. A voz de Cristo falou claramente ao seu coração. Saulo era um ardoroso perseguidor de cristãos. Um dia indo, pela estrada de Damasco foi acolhido por um grande luz. Não suportando a claridade caiu, e humildemente perguntou: "Quem és Senhor?" Atos 9: 5 E quando a voz divina indicou o seu dever, Saulo obedeceu sem vacilar. E dias mais tarde, abandonou sua obra perseguidora e começou a pregar a excelência da mensagem de Cristo. Passou das trevas para a luz; do erro para a verdade; do ódio para o amor. Tempos depois ele haveria de escrever: " Não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento." Romanos 12: 2 "Se alguém está em Cristo nova criatura é, as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo". II Cor 5.17 Ninguém pode querer mudar por si mesmo. Todo intento humano termina em fracasso. Porém a maravilha é que, onde fracassa o homem, triunfa Deus! Vidas, famílias e tribos inteiras tem sido transformadas pela ação da verdade bíblica. Com razão o Salmista Davi, falando da Palavra de Deus disse que "Restaura a alma". Salmo 19:7. E o apóstolo Pedro foi mais claro quando disse: "Pois fostes regenerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, mediante a Palavra de Deus, a qual vive e é permanente." I Pedro 1:23 Por sua parte o apóstolo Paulo, referindo-se ao poder do evangelho como ensino redentor do homem, declarou que "é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê." Romanos 1:16 Tem você algum defeito, vício ou debilidade que deseja vencer? Lembre-se então que o mesmo poder que mudou Saulo de Tarso, e os canibais do Pacífico, e transpor outros é suficientemente grande para mudar o nosso interior. Se reconhecermos nossa necessidade e solicitarmos a assistência de Deus, Ele poderá operar o milagre. Seu Divino Espírito e Sua Sagrada Palavra atuarão como invencíveis agentes da divindade. O Senhor cumprirá então a sua promessa: "Dar-vos ei um coração novo, e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei um coração de carne." Ezequiel 36:26 Vida nova! Dela podemos desfrutar cada dia, com paz e alegria, se pedirmos a Deus, um novo coração, uma mudança de hábitos, porque nossa mente estará restaurada pelo poder do Espírito Santo. Peça agora mesmo a Deus que lhe dê um novo coração, uma nova vida e você também à semelhança de milhares e milhões, viverá vida nova em Cristo.

18 de mar de 2010

VISÃO DE ADULTO x VISÃO DE CRIANÇA....

Éramos a única família no restaurante com uma criança. Eu coloquei Daniel numa cadeira para crianças e notei que todos estavam tranqüilos, comendo e conversando. De repente, Daniel gritou animado, dizendo: 'Olá, amigo!', batendo na mesa com suas mãozinhas gordas. Seus olhos estavam bem abertos pela admiração e sua boca mostrava a falta de dentes.. Com muita satisfação, ele ria, se retorcendo. Eu olhei em Volta e vi a razão de seu contentamento. Era um homem andrajoso, com um casaco jogado nos ombros, sujo, engordurado e rasgado. Suas calças eram trapos com as costuras abertas até a metade, e seus dedos apareciam através do que foram, um dia, os sapatos. Sua camisa estava suja e seu cabelo não havia sido penteado por muito tempo. Seu nariz tinha tantas veias que parecia um mapa. Estávamos um pouco longe dele para sentir seu cheiro, mas asseguro que cheirava mal. Suas mãos começaram a se mexer para saudar. 'Olá, neném. Como está você?', disse o homem a Daniel. Minha esposa e eu nos olhamos: 'Que faremos?'. Daniel continuou rindo e respondeu, 'Olá, olá,amigo'. Todos no restaurante nos olharam e logo se viraram para o mendigo. O velho sujo estava incomodando nosso lindo filho. Trouxeram a comida e o homem começou a falar com o nosso filho como um bebê. Ninguém acreditava que o que o homem estava fazendo era simpático. Obviamente, ele estava bêbado. Minha esposa e eu estávamos envergonhados. Comemos em silêncio; menos Daniel que estava super inquieto e mostrando todo o seu repertório ao desconhecido, a quem conquistava com suas criancices. Finalmente, terminamos de comer e nos dirigimos à porta. Minha esposa foi pagar a conta e eu lhe disse que nos encontraríamos no Estacionamento. O velho se encontrava muito perto da porta de saída. 'Deus meu, ajuda-me a sair daqui antes que este louco fale com Daniel', disse orando, enquanto caminhava perto do homem. Estufei um pouco o peito, tratando de sair sem respirar nem um pouco do AR que ele pudesse estar exalando. Enquanto eu fazia isto, Daniel se voltou rapidamente na direção onde estava o velho e estendeu seus braços na posição de 'carrega-me'. Antes que eu pudesse impedir, Daniel se jogou dos meus braços para os braços do homem. Rapidamente, o velho fedorento e o menino consumaram sua relação de amor. Daniel, num ato de total confiança, amor e submissão, recostou sua cabeça no ombro do desconhecido. O homem fechou os olhos e pude ver lágrimas correndo por sua face. Suas velhas e maltratadas mãos, cheias de cicatrizes, dor e trabalho duro,suave, muito suavemente, acariciavam as costas de Daniel. Nunca dois seres haviam se amado tão profundamente em tão pouco tempo. Eu me detive, aterrado. O velho homem, com Daniel em seus braços, por um momento abriu seus olhos e olhando diretamente nos meus, me disse com voz forte e segura: 'Cuide deste menino'. De alguma maneira, com um imenso nó na garganta, eu respondi: 'Assim o farei'. Ele afastou Daniel de seu peito, lentamente, como se sentisse uma dor. Peguei meu filho e o velho homem me disse: 'Deus o abençoe, senhor. Você me deu um presente maravilhoso'. Não pude dizer mais que um entrecortado 'obrigado'. Com Daniel nos meus braços, caminhei rapidamente até o carro. Minha esposa perguntava por que eu estava chorando e segurando Daniel tão fortemente, e por que estava dizendo: 'Deus meu, Deus meu, me perdoe'. Eu acabava de presenciar o amor de Cristo através da inocência de um pequeno menino que não viu pecado, que não fez nenhum juízo; um menino que viu uma alma e uns adultos que viram um montão de Roupa suja. Eu fui um cristão cego carregando um menino que não o era. Eu senti que Deus estava me perguntando: 'Estás disposto a dividir seu filho por um momento?', quando Ele Compartilhou Seu Filho por toda a eternidade. O velho andrajoso, inconscientemente, me recordou: Eu asseguro que aquele que não aceite o reino de Deus como um Menino, não entrará nele.' (Lucas 18:17).

DOMÍNIO PRÓPRIO

Domínio próprio também pode ser entendido como força de vontade. “Vontade” é uma expressão que pode ter diversos significados, sendo que os mais usados parecem ser: (1) Desejo, anseio, aspiração. Ex.: “Estou com vontade de comer um pedaço de bolo”; e (2) Capacidade de escolha, de decisão. Ex.: “O apóstolo Paulo tinha uma vontade de ferro” (o que indica que possuía firmeza e energia nas decisões). Aqui empregamos o termo “vontade” com o sentido de capacidade de decisão e não como desejo. “A vontade não é gosto nem a inclinação, mas o poder que decide”.Assim, alguém pode passar diante de uma confeitaria e, vendo os doces expostos na vitrina, ter o desejo de comê-los e, contudo, embora tenha tempo e dinheiro, por alguma razão sua vontade diz “não”, e ele segue seu caminho, sem saboreá-los. Uma pessoa pode ter uma infinidade de desejos, mas a vontade é apenas uma. A vontade pode combater os desejos ou aliar-se a eles. Ela está acima das emoções e da razão, e é responsável pelas decisões e pelos caminhos do indivíduo. “A vontade é o poder que governa a natureza do homem, pondo todas as outras faculdades sob sua direção.” As faculdades mentais e as paixões devem ser controladas pela vontade.A razão pode analisar com clareza tudo que está envolvido e apontar o rumo correto, mas é a vontade que detém o comando. Pode concordar com a razão e decidir em harmonia com ela; pode render-se á emoção; pode ir contra uma e outra. É como uma máquina interna que toma decisões. A vontade é livre para escolher e se constitui na grande capacidade que torna o homem senhor de si mesmo, de seus atos, e, por isso mesmo, ele é simultaneamente livre e responsável. A vontade é a própria essência da personalidade. É a fonte de todas as ações. Uma pessoa pode ter uma vontade saudável ou uma vontade enferma. Os de vontade enferma podem ser classificados em três grupos: (1) Os impulsivos. São os que não gastam tempo para pensar. São incapazes de resistir a certos impulsos ou instintos. São impetuosos, rápidos demais em decidir e agir. (2) Os indecisos. Ao contrário dos anteriores, estes pensam demais. Em sua mente, os prós e os contras assumem grandes proporções e eles não sabem o que decidir. A razão realiza bem o seu papel, mas a vontade não assume o comando. (3) Os inconstantes. São os que raciocinam e decidem corretamente, mas não são capazes de executar o que decidiram. Deixam-se dominar pelos acontecimentos, em vez de dominá-los. Têm medo de agir. Na Bíblia encontramos exemplos de indivíduos que, pelo menos em certos momentos da vida, manifestaram uma vontade doentia e as narrativas bíblicas contêm exemplos de pessoas que exerceram grande domínio próprio – mesmo com risco de grave perigo ou da perda da própria vida – e também de indivíduos que falharam em exercer o auto-controle. José - possuía controle pessoal. Em certo período de sua vida, ele foi tentado todos os dias pela senhora Potifar. Segundo todas as aparências, haveria vantagens em ceder e sérios riscos em dizer “não”. Além disso, ele nem tinha uma família por perto nem uma igreja para apoiá-lo. Estava sozinho. Contudo, ele possuía uma clara compreensão de quem era Deus e do que era pecado. Ele decidiu recusar e recusou. Disse e fez. Disse “não” e fugiu. Ele não entregou o controle de sua vida a outra pessoa. Mas o resultado imediato não foi bom. Foi caluniado e lançado na prisão. Todavia, Deus usou essas mesmas coisas para o seu bem e, alguns anos depois, ele saiu do cárcere para ocupar o posto de governador o Egito, a maior potência daqueles dias. Com isso, aprendemos também a avaliar os resultados de nossas escolhas a longo prazo (Gn 39:7 a 41:44). Sansão - foi um homem forte em força física e fraco em força de vontade. Tinha tudo para dar certo. Foi escolhido por Deus para um trabalho especial mesmo antes de nascer. Seus pais eram tementes a Deus e fizeram o que de melhor poderia ser feito para educá-lo nos caminhos de Deus e prepará-lo para sua missão. Foi abençoado por Deus e frequentemente o Espírito do Senhor Se apoderava dele e lhe concedia extraordinária força física. Mas ele não possuía domínio próprio, especialmente no que se referia ao sexo. Contrariamente à vontade de Deus, casou-se com uma filistéia; depois esteve com uma prostituta; e, mais tarde, juntou-se a outra filistéia: Dalila. No relacionamento com esta, parecia estar enfeitiçado. Não conseguia perceber que as palavras e ações dela claramente atentavam contra a vida dele. Dizem que quem não se governa acaba sendo governado por outros. Assim foi com Sansão. Nas semanas finais de sua existência, foi dominado por seus inimigos, os filisteus. Felizmente, em seu último dia de vida, ele teve um lampejo de lucidez. Percebeu seu erro e decidiu cumprir sua missão, mesmo que perdesse sua vida. Decidiu retirar o controle de sua vida das mãos dos filisteus e assumi-lo. Pediu a Deus que o usasse mais uma vez, só mais uma vez. E Deus o ouviu. (Jz 13-16). É por isso que seu nome pode constar na galeria dos heróis da fé, em Hb 11. Daniel - é um brilhante exemplo de temperança e domínio próprio. Observe o relato bíblico: “Resolveu, Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então, pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se.” (Dn 1:8). Daniel não era um jovem de vontade doentia. Não era impulsivo, nem indeciso, nem inconstante. Possuía grande força de vontade. Sabia dizer “não” ao mal, coisa que alguns têm dificuldade em fazer. Durante sua vida ele teve de dizer “não” muitas vezes, inclusive para os homens mais poderosos do mundo. Ele disse “não” ao chefe dos eunucos e ao cozinheiro-chefe quando estes lhe disseram para comer da comida real (Dn 1:8-16). Ele disse “não” ao chefe da guarda, quando este foi encarregado pelo rei de matar os conselheiros, por não conseguirem revelar o sonho e sua interpretação (Dn 2:12-16). Quando Nabucodonozor imaginou que o reino da Babilônia seria eterno, Daniel lhe disse “não”; outros reinos lhe sucederiam e o reino de Deus é que seria eterno (Dn 2:37-44). Quando Belsazar ofereceu a Daniel posições e riquezas para que este interpretasse a escrita na parede, Daniel disse “não”. A interpretação seria gratuita (Dn 5:16-17). Quando Dario promulgou um decreto que proibia se fizesse petição a qualquer homem ou deus, que não fosse o rei, Daniel disse “não”, e foi orar ao Deus Eterno como sempre o fizera (Dn 6:6-10). Qual era o segredo de Daniel? Ele recebera de Deus o dom do domínio próprio e se apoderara dele. De fato, quando um homem aprende a dominar-se, faz-se capaz de dominar o mundo exterior. Antes disso, nunca. Quando uma pessoa aprende a dizer “não” a si mesma, saberá e terá força moral para dizer “não” a outros, quando necessário.

17 de mar de 2010

QUEM DISSE QUE PRECISAMOS DE CARNE?

Substituto excelente da proteína animal, uma vez cozido, o glúten adquire uma consistência firme e toma um pouco do sabor do caldo no qual foi cozido. Esta propriedade faz com que seja apreciado como substituto da carne nas cozinhas vegetarianas. Mas é contra-indicado para quem tem alergia comprovada ao glúten, como os Celíacos. Fora esse grupo de pessoas, o glútem é largamente utilizado na alimentação vegan e vegetariana. Algumas receitas para fazer os bifes de glúten, estão disponíveis na net, mas esta é a minha, a que sempre faço, quando não compro pronto de uma amiga minha, Odete.O Glúten dela é maravilhoso! INGREDIENTES 1 kg de farinha de trigo 3 xícaras de água (o suficiente para formar uma massa firme) 4 xícaras de água (água de legumes, de preferência) 3 colheres de sopa de óleo de girasol, milho , cânola, ou oliva 2 xícaras de cebola picadinha ou em rodelas finas 3 dentes de alho amassados 1/2 xícara de molho japonês de soja (shoyu, sakura) Salsa picada, 1 folha de louro MODE DE FAZER Misture 1 kg de farinha de trigo com 3 xícaras de água, amasse como se fosse para fazer pão, pelo menos durante 10 minutos, até ficar uma bola firme. Cubra - a com água fria (numa tigela grande) Deixe de molho pelo menos 2 horas,dentro da geladeira. Lave então a massa, para retirar todo o amido, amassando - a com as mãos, dentro da água e mudando de água continuamente até que está saia quase limpa. Conserve a massa sempre unida para não esfarelar. Coloque a massa em uma tábua a fim de escorrer toda a água, amasse com um role de massa ou garrafa, dê a forma de um rolo,corte em fatias de 1 centímetro, tipo retangulos ou bifes. Refogue a cebola e o alho no óleo,misture os demais ingredientes e cozinhe neles as fatias de glúten.Cozinhe essas fatias durante 20 minutos em panela de pressão. Depois de cozido, conserve as fatias nesse molho até usá - las. As fatias de glúten, depois de cozidas, podem ser usadas de muitas maneiras, bife à milanesa, em guisados; ou moídas em assados, bolinhos, recheios, molhos etc. BOM APETITE!

16 de mar de 2010

AMIZADE

*O amigo é a resposta aos teus desejos. Mas não o procures para matar o tempo! Procura-o sempre para as horas vivas. Porque ele deve preencher a tua necessidade, mas não o teu vazio. *Não é amigo aquele que alardeia a amizade: é traficante; a amizade sente-se, não se diz. *A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque não existe. *Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade. *A amizade duplica as alegrias e divide as tristezas *Difícil é ganhar um amigo em uma hora; fácil é ofendê-lo em um minuto. *O amigo deve ser como o dinheiro, cujo valor já conhecemos antes de termos necessidade dele.

15 de mar de 2010

MUDANÇA ...CASA NOVA... VIDA NOVA!

As mudanças, dependem grandemente de nosso livre-arbítrio, pois para serem úteis e nos trazerem resultados positivos em termos de melhoria, não devem vir ao acaso. Devem ser fruto de nossa ponderada reflexão e nascerem como conseqüência de nossa vontade. MUDANÇA! Esta foi a palavra mais usada nestes últimos meses por nós, aqui em casa. Muita preocupação, muita euforia, mas Graças a Deus, tudo saiu como Deus queria... Muita alegria, um pouquinho de preocupação, mais muita firmeza e certeza de que eu e minha filha, estaremos sempre juntas, apesar de não estarmos mais morando na mesma casa. "Havia caixotes por todo o lado, estamos a entrar em parafuso, a casa estava uma confusão e é só o início do mudar de casa… estamos naquela fase de começar a desembalar as coisas na casa nova, que é o mesmo que dizer, que tropeçamos em caixas e caixinhas, que ainda não sabemos onde está seja lá o que fôr e já deito as mãos à cabeça, pois ainda há muito que falta comprar para ficar perfeita!" Tirando este pequeno pormenor, está tudo bem, a vida prossegue,Conseguiremos arrumar tudo e a casa ficará um primor! Meu netinho está animado e feliz por ter seu novo quarto, muito espaço para brincar, muito a crescer e aprender,colocar lá a piscina que o papai comprou! ... Enfim, temos a certeza de que será bom pra todos nós essa mudança. Tudo normal, portanto. Minha filha, toda dona de casa, nariz empinado e muito feliz...Estamos e ficaremos sempre juntos, todos muito bem.Obrigado, Jesus!

A MINHA FILHA DANIELLE, COM CARINHO

Hoje minha filha, é o dia que você completa mais um ano de vida, e eu quero lhe dizer que mesmo antes de você nascer eu já te amava. Quando você nasceu foi uma alegria imensa, tanto para mim quanto para os que te rodeavam, você foi crescendo dando os primeiros passos, e eu estava ali para lhe segurar pelas mãos para que você não caísse. Mas a vida é quem ensina e depois de algum tempo, não pude mais estar segurando sua mão, mas isso foi para seu crescimento e amadurescimento e além do mais, Jesus segura sua mão até hoje, por mim... Quero lhe desejar neste dia tão especial o meu carinho e amor por você, e estou sempre aqui, para quando você precisar de mim. Filha, em primeiro lugar, ame a Deus, ame-se, seja gentil consigo e aprenda a ter paciência com suas próprias limitações. Tenho muito orgulho de você e sei que Jesus a ama ainda mais do que todos nós! Feliz Aniversário!

14 de mar de 2010

" O TEMPO PASSOU E ME FORMEI EM SOLIDÃO"

José Antônio Oliveira de Resende (Professor de Prática de Ensino de Língua Portuguesa, do Departamento de Letras, Artes e Cultura, da Universidade Federal de São João del-Rei.) "Sou do tempo em que ainda se faziam visitas. Lembro-me de minha mãe mandando a gente caprichar no banho porque a família toda iria visitar algum conhecido. Íamos todos juntos, família grande, todo mundo a pé. Geralmente, à noite. Ninguém avisava nada, o costume era chegar de paraquedas mesmo. E os donos da casa recebiam alegres a visita. Aos poucos, os moradores iam se apresentando, um por um. – Olha o compadre aqui, garoto! Cumprimenta a comadre. E o garoto apertava a mão do meu pai, da minha mãe, a minha mão e a mão dos meus irmãos. Aí chegava outro menino. Repetia-se toda a diplomacia. – Mas vamos nos assentar, gente. Que surpresa agradável! A conversa rolava solta na sala. Meu pai conversando com o compadre e minha mãe de papo com a comadre. Eu e meus irmãos ficávamos assentados todos num mesmo sofá, entreolhando-nos e olhando a casa do tal compadre. Retratos na parede, duas imagens de santos numa cantoneira, flores na mesinha de centro... casa singela e acolhedora. A nossa também era assim. Também eram assim as visitas, singelas e acolhedoras. Tão acolhedoras que era também costume servir um bom café aos visitantes. Como um anjo benfazejo, surgia alguém lá da cozinha – geralmente uma das filhas – e dizia: – Gente, vem aqui pra dentro que o café está na mesa. Tratava-se de uma metonímia gastronômica. O café era apenas uma parte: pães, bolo, broas, queijo fresco, manteiga, biscoitos, leite... tudo sobre a mesa. Juntava todo mundo e as piadas pipocavam. As gargalhadas também. Pra que televisão? Pra que rua? Pra que droga? A vida estava ali, no riso, no café, na conversa, no abraço, na esperança... Era a vida respingando eternidade nos momentos que acabam.... era a vida transbordando simplicidade, alegria e amizade... Quando saíamos, os donos da casa ficavam à porta até que virássemos a esquina. Ainda nos acenávamos. E voltávamos para casa, caminhada muitas vezes longa, sem carro, mas com o coração aquecido pela ternura e pela acolhida. Era assim também lá em casa. Recebíamos as visitas com o coração em festa.. A mesma alegria se repetia. Quando iam embora, t ambém ficávamos, a família toda, à porta. Olhávamos, olhávamos... até que sumissem no horizonte da noite. O tempo passou e me formei em solidão. Tive bons professores: televisão, vídeo, DVD, e-mail... Cada um na sua e ninguém na de ninguém. Não se recebe mais em casa. Agora a gente combina encontros com os amigos fora de casa: – Vamos marcar uma saída!... – ninguém quer entrar mais. Assim, as casas vão se transformando em túmulos sem epitáfios, que escondem mortos anônimos e possibilidades enterradas. Cemitério urbano, onde perambulam zumbis e fantasmas mais assustados que assustadores. Casas trancadas.. Pra que abrir? O ladrão pode entrar e roubar a lembrança do café, dos pães, do bolo, das broas, do queijo fresco, da manteiga, dos biscoitos do leite....".

É MUITO CEDO .... É MUITO TARDE!

"Eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação" (2 Coríntios 6:2) Uma professora da Escola Bíblica conversou com seu pastor a respeito de sua vida no lar. "Meu marido está ficando velho e doente. Eu testemunhei durante todos os anos em que estivemos juntos, mostrando-lhe que estar na presença do Senhor nos traz alegria e bênçãos, mas, ele sempre me dizia: 'agora não, é muito cedo'. E até hoje ele não abriu o coração para o Salvador". O pastor foi à casa daquela irmã e procurou pelo marido dela. Ele tentou conversar sobre Cristo mas, sem sucesso. Todas as vezes que o convidava para receber a Jesus como Senhor de sua vida, a resposta era sempre a mesma: "Oh, é muito tarde, é muito tarde". Aquele homem foi internado com sérios problemas e até o dia de sua morte ele repetia sem parar: "É muito tarde, é muito tarde". O homem de nossa ilustração não conseguiu encontrar o caminho da vida e da felicidade em Cristo. Para ele foi, realmente, muito tarde. Mas, nem sempre é assim. O Senhor está e estará sempre de braços abertos para receber o pecador, a qualquer momento, com o mesmo carinho e amor. Nunca é muito cedo e, enquanto há vida, nunca é muito tarde. Porém, depois de nossa morte, será, de fato, muito tarde. Quando deixamos as maravilhas de Deus para depois, crendo que, somos muito jovens ainda e é muito cedo para uma vida com o Senhor, perdemos a oportunidade de desfrutar da vida abundante que o Senhor tem preparado para nós. Quando, na velhice, ainda temos a chance de entregar a vida no altar do Senhor, arrependidos de nossos erros, não será tarde para que o nosso nome seja escrito no Livro da Vida, mas, será tarde para recuperar o longo período de tempo desperdiçado longe do carinho de nosso Pai celestial. E você, o que pensa sobre isso? Acha que é muito cedo? Acha que deverá deixar para mais tarde? E se não houver tempo? A alegria de segurar nas mãos de Jesus e caminhar ao Seu lado é a maior bênção que alguém pode ter em toda a sua existência. Pense nisso...seja feliz. Ainda não é tarde!

13 de mar de 2010

MENSAGENS DO IRMÃO PREGADOR

Amigos, Gostaria de deixar aqui minha opinião sobre o irmão e pregador Daniel Spencer. O que ele fala é o que precisamos ouvir.Verdades essas para nosso tempo,pois a palavra e o viver do cristão deve ser de acordo com o "ASSIM DIZ O SENHOR". Quero deixar aqui que Daniel Spencer é um pregador usado como instrumento nas mãos de DEUS e ele prega aquilo que muitos tem medo de falar.Analiso o que ele fala. E até onde conheço a Bíblia, não encontrei contradições nas palestras que ouvi. Sabemos que muitos não consideram suas Palestras como merecedoras de confiança.Todavia, se o que ele prega é fidelidade à Bíblia e ao Espírito de Profecia; e se seus sermões são apelos a voltar às origens; se ele fala da necessidade de reforma na música, na liturgia, vestuário e na alimentação e no estilo de vida adventista, ... então ele está certo. Vamos ser como os bereianos, não acreditemos no que ele fala, vamos direto à fonte, como Daniel mesmo nos convida e constatemos se é de Deus ou não as mensagens que ele nos tem trazido. Como se perde tempo em discutir, criticar, julgar um pregador não pelo que ele transmite e sim por investigações e calúnias de sua vida pessoal. O julgamento cabe só a Deus. Sejamos sóbrios e diligentes e aprendamos com as mensagens que ele nos tem trazido, como sendo mensagens de advertência e alerta para nossos dias, com certeza!

12 de mar de 2010

Há algum tempo,pessoas predisseram que logo teríamos tanto tempo para o lazer que não saberíamos o que fazer com ele. Havia boas razões para confiar nessas profecias. Nas cidades do mundo, os computadores estavam fazendo com que tarefas que duravam meses para serem realizadas se realizassem em frações de segundo. Robôs começavam a lidar com os piores e mais pesados trabalhos nas indústrias. Contudo, mesmo após os computadores terem deixado tudo mais rápido, e vivermos num mundo automatizado, esse é um tempo onde mal conseguimos respirar. As pessoas nunca estiveram tão ocupadas. Atualmente, todos vivem sem tempo. Mais importante que tudo, as famílias andam sem tempo. Os maridos e as esposas acham difícil separar um "tempo de qualidade" para passar com os filhos e, para piorar ainda mais, para gastar um com o outro. Um estudo numa pequena comunidade mostrou que o tempo médio por dia que os pais passaram exclusivamente com seus filhos pequenos foi de 37 segundos! As famílias estão sem tempo e sem contacto. Como podemos diminuir nosso ritmo de vida para voltarmos a ter tempo para nossa comunhão e confraternização uns com os outros? esus entende os problemas das famílias que vivem sob o estresse, e deseja que entendamos o fato de que o descanso espiritual é parte da qualidade de vida: "VENHAM A MIM, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e EU LHES DAREI DESCANSO... APRENDAM DE MIM, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão DESCANSO PARA AS SUAS ALMAS". Mateus 11:28, 29 A Bíblia nos diz que podemos experimentar esse descanso de duas maneiras: vindo a Cristo diária e semanalmente. s pessoas hoje estão passando uma por cima das outras nessa busca frenética por algo mais na vida. Os indivíduos estão ficando cada vez mais estressados. As famílias estão se desfazendo sob pressão. Mas Deus apresenta o sábado como uma melhor maneira de viver uma boa vida. Vejamos alguns dos benefícios específicos do descanso sabático: (1) O sábado é um memorial da criação, e ao santificá-lo, erigimos um memorial ao nosso Criador. Suas horas sagradas oferecem uma maravilhosa oportunidade de entrarmos em contato com nossas origens ao observarmos o mundo criado por Deus. Quando foi a última vez que você ou sua família separaram tempo para realmente apreciar a silenciosa beleza de um jardim ou de uma fonte de águas? O sábado nos dá tempo para desfrutarmos do contato com Jesus e obtermos relances das maravilhas que Ele fez para nós. (2) Aos sábados, experimentamos a alegria da adoração e do companheirismo com os outros cristãos. Há benefícios em louvar a Deus com os outros como um grupo de adoradores. O sábado nos dá uma oportunidade especial para nos reunirmos como corpo da igreja e recarregarmos nossas baterias espirituais. (3) O sábado nos proporciona momentos de colocarmos em prática alguns atos de bondade significativos. Será que há algum vizinho que ficou doente durante essa semana e você não teve tempo de visitá-lo? Quando uma amiga precisou de empatia após a morte de seu esposo, será que a pressão da vida diária acabou impedindo você de dedicar-lhe atenção amável? Jesus aconselhou: "É permitido fazer bem no sábado" (Mateus 12:12). (4) O sábado é um dia para fortalecer os laços familiares. Quando Cristo ordenou que no sábado não devesse ser feito nenhum trabalho (Êxodo 20:10), Ele não poderia ter dado um remédio melhor para os pais viciados em trabalho e as mães estressadas. O sábado é uma gigantesca placa de PARE para as famílias. Os pais e filhos devem evitar que as coisas urgentes da vida sobreponham-se às coisas realmente importantes. O sábado é um dia no qual podemos substituir pressão por oração, trabalho por alegria, agendas lotadas por reflexão silenciosa. O descanso sabático proporciona tempo para que toda a família se ligue a Cristo e receba Sua energia espiritual. (5) O sábado é um tempo no qual Jesus se aproxima de nós de maneira especial. Cada relacionamento precisa de tempo de qualidade para se fortalecer, e o mesmo ocorre com nosso relacionamento com Cristo. Devotar um dia inteiro para Cristo a cada semana é uma grande maneira de manter nossa amizade com Ele sempre entusiasmada e renovada. O sábado nos dá tempo extra para o estudo da Bíblia e a oração, tempo extra para simplesmente estar a sós com Cristo num lugar tranqüilo e prestar atenção à Sua voz. Jesus "abençoou o sétimo dia e o santificou" com a promessa de Sua presença (Gênesis 2:3). Podemos entender porque é importante observar o sábado, o sétimo dia da semana, quando lembramos que este é um dia que Cristo separou na criação para se comunicar conosco de maneira especial.

2 de mar de 2010

EXERCÍCIOS FÍSICOS E LONGEVIDADE

Nosso corpo passa a maior parte do tempo ajustando suas funções em busca do equilíbrio orgânico, qualquer mudança que aconteça quando há um estímulo externo o organismo procura uma readaptação à nova situação. O ato de levantar da cadeira do escritório e ir ao banheiro, por exemplo, já provoca um aumento dos batimentos cardíacos e uma adaptação ao estímulo. Podemos então afirmar que quando se inicia qualquer exercício físico há um aumento inicial dos batimentos cardíacos e após um período há uma estabilização mostrando que o organismo atingiu o equilíbrio para aquela atividade. Atividades eficazes para perda de gordura são aquelas em que o organismo gasta mais energia durante um longo tempo e isso acontece quando há uma estabilização dos batimentos cardíacos durante a atividade aeróbia, sendo as mais comuns, corrida, caminhada e andar de bicicleta. Dentre essas a atividade a que tem o maior gasto energético é a corrida, devido à grande quantidade de grupos musculares utilizados para se deslocar. Para iniciar um trabalho de corrida é muito simples, é preciso se preocupar somente com o tênis adequado, os tênis com estilo “Running” são mais indicados, pois esses possuem algum tipo de amortecimento e são mais confortáveis. O segundo passo é reservar um horário fixo para treinamento de aproximadamente 50 minutos. Comece com uma caminhada leve ou moderada de mais ou menos 10 minutos para elevação dos batimentos cardíacos, faça alongamentos dos músculos do tronco, membros inferiores e superiores. Inicie com uma corrida leve e aumente a intensidade gradativamente acumulando um tempo próximo de 30 minutos e termine diminuindo a velocidade chegando á caminhada. Um leve alongamento no final também é recomendado para relaxar a musculatura. Prefira um percurso plano e não se esqueça de sempre se hidratar e claro jamais ultrapasse seu limite à condição física é aumentada de maneira gradual, e futuramente será possível aumentar o tempo de treino, bem como a velocidade da corrida.

CUIDANDO DO CORPO!

Você acha que está ficando velho e não tem mas disposição para fazer o que fazia antes? Se a resposta for sim, não se preocupe, podemos cuidar disso com muita naturalidade! Você pode estar ficando mais velho, mas tem muita coisa para realizar em sua vida e uma delas é praticar exercícios, fazer musculação, pois faz bem pra saúde, faz bem pra pele e faz um bem enorme pra mente! Mas não espere chegar a velhice, comece hoje mesmo! Cada dia mais os idosos estão procurando atividades físicas diferentes para se ter uma saúde mais elevada. E não é novidade que os "velhinhos" estão dando um banho de jovialidade em muuuuitas pessoas!! Com o passar dos anos nosso corpo modifica-se, o organismo não trabalha mais como antes, nossa capacidade física e os sistemas (muscular, articular, nervoso,circulatório e respiratório) vão se enfraquecendo degenerativamente. Vejamos algumas curiosidades sobre o envelhecimento: - A partir dos 40 a nossa estatura começa a diminuir cerca de 1 cm por década; - O arco do pé diminui (planifica); - Aumenta os desvios e encurtamento da coluna; - Diminuição da coordenação motora e equilíbrio; - Aumento da gordura; - E por fim, perda de massa magra, de volume muscular e da força. O que eu quero dizer é: Cuide-se agora enquanto está jovem, para não sofrer tanto com os processos que envolvem nossa saúde na velhice. E se você já está avançado na idade, a melhor coisa para retardar ou amenizar esses sintomas são os exercícios de musculação. Hoje, muitos idosos estão optanto pelo treino com pesos. Pesquisas mostram que idosos que não suportavam o peso do prórpio corpo, realizaram exercícios resistidos (com sobrecarga) e em alguns casos voltaram a caminhar. A expectativa de vida está aumentando em muitos lugares. Muitas cidades norte-americanas cultivam hábitos saudáveis de alimentação e atividade física e hoje existem idosos com mais de 100 anos!! Veja mais sobre os idosos de Lomalinda - EUA. Algumas doenças da velhice também podem ser tratadas por meio da musculação, como a osteoporose, hipertensão, diabetes, mal de Parkinson e cardiopatias em geral. Pesquisas apresentam resultados extraordinários na reabilitação, recuperação, fortalecimento e terapia de indivíduos acometidos com doenças crônico-degenerativas. Os benefícios são incalculáveis: - Osteoporose: aumento da densidade óssea. - Hipertensão: diminuição da pressão arterial. - Diabetes: aumento do metabolismo de carboidratos melhorando a sensibilidade á insulina. - Mal de Parkinson: aumento da força e coordenação neuromotora. - Cardiopatias em geral: fortalece o sistema músculo-esquelético. Atenção: aqueles com saúde precária não podem praticar a musculação. Mantenham seus níveis de saúde lá em cima e tenham mais qualidade de vida.

1 de mar de 2010

SALMO 40:2 - UM SALMO DE LIBERTAÇÃO

“Tirou-me de um poço de perdição, dum tremedal de lama; colocou-me os pés sobre uma rocha e me firmou os passos.” Sal. 40:2. O salmo de hoje mostra o processo maravilhoso da salvação. Alguém está completamente destruído pelo pecado e, de repente, deixa-se encontrar pelo Senhor Jesus, O aceita como seu Salvador pessoal e o Senhor o transforma num príncipe para Seu reino. Ao longo das quase quatro décadas apresentando Jesus Cristo como a única solução para os problemas humanos, tenho visto prostitutas, homossexuais e marginais da pior espécie serem transformados pela graça maravilhosa de Cristo. Davi descreve, num só verso, como Deus age com o pecador arrependido: “Tirou-me de um poço de perdição.” O salmista está falando aqui da prisão. O pecado aprisiona, escraviza, não permite você ir aonde quer, tira sua liberdade. Nas prisões daqueles tempos não havia banheiros. Eram poços imundos, asfixiantes. Davi o chama “tremedal de lama”. Quando o salmista deixou-se arrastar pelo pecado, foi parar literalmente no fundo do poço. Sem saber mais aonde ir nem o que fazer com a vida, clamou por socorro e o Senhor apareceu. Jesus sempre está pronto a aparecer na vida de qualquer ser humano que clama por perdão. Mas Ele nada pode fazer por alguém que tenta “justificar”, “racionalizar” ou “explicar” suas ações erradas. O texto diz: “Colocou-me os pés sobre uma rocha...” Quem é essa rocha? Jesus, a Rocha dos séculos. O pecador agora está livre, perdoado e justificado na rocha. Salvo em Cristo, porque “não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos”. Atos 4:12. O trabalho de Jesus não termina aí. O salmo diz: “... me firmou os passos”. Se você tenta ser um cristão, descobre que não é fácil andar com firmeza. A estrada está cheia de perigos e tentações. Quantas vezes os pés vacilam e você escorrega, chegando a sangrar. Jesus é a única solução. Ele não é apenas seu salvador, é também seu sustentador. Ele o levará até a vitória final. Ele completará em você a obra que iniciou. Por isso, diga com gratidão em seu coração: “Tirou-me de um poço de perdição, de um tremedal de lama, colocou-me os pés sobre uma rocha e me firmou os passos.”