28 de abr de 2011

A BABEL ANTIGA E A BABEL MODERNA

A confusão apareceu quando os incrédulos, depois do dilúvio, tentaram fazer uma torre cujo cimo tocasse o Céu. Era a Torre chamada “Bab-ili” ou a Porta dos Céus, pois por meio dela o homem tentara ir ao Céu por seus próprios esforços.Deus olhou lá dos Céus e teve dó da ignorância do homem, pois chegar ao Céu por meio de uma torre seria impossível.Mas para que não continuasse sua vã construção, Ele confundiu a língua dos construtores dessa torre, a fim de que não se entendessem, e assim a loucura da torre cessou. Foi assim que aquilo que deveria servir como porta dos Céus, “Bab-ili”, se tornou Babel ou confusão. Vivemos num mundo confuso, mesmo religiosamente falando. Há tantas religiões, idéias, ideologias, confissões e profissões, que a alma sincera para nesta encruzilhada de crenças e procura achar o caminho certo que leva à vida. Onde encontrar o caminho certo?Com achá-lo e sair vitorioso e satisfeito deste labirinto de idéias?Se há um só Deus e uma só fé e um só batismo,também há um só caminho certo.Em João17:17diz: "Santifica-o na Verdade, a Tua Palavra é a Verdade".Em outro texto diz ainda: “Examinai as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna e são elas que testificam de Mim”. No livro do Apocalipse, (Ap.12:17)é conhecida a última Igreja na Terra, como “Os que guardam os Mandamentos e tem o testemunho de Jesus”.Concluímos que as características da verdadeira Igreja são: Seguir as Escrituras,como guia atual e permanente, Guardar e cumprir até os dias atuais, a Lei de Deus, os Dez Mandamentos, Aceitar como valendo para nós,os testemunhos, dos apóstolos e dos profetas,crer que Jesus Cristo veio em carne,como humano.Do contrário, não estará na Verdade. É preciso olhar os frutos, pois sendo a árvore divina, somente poderá revelar frutos divinos e de acordo com o divino Mestre. A última Igreja guarda os mandamentos, bem como tem por auxílio o testemunho de Cristo, através dos Seus profetas. Necessário é ainda que a verdadeira Igreja, ensine que o homem é mortal e que adquiriremos a imortalidade unicamente por meio de Cristo, somente na Sua segunda vinda. “Só há um Deus e só um mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus” (I Timóteo 2:5). A mensagem de Deus soa forte, iluminada por um anjo poderoso, falando desta atual Babilônia,Babel ou confusão espiritual, que nada mais é do que algo formado pelo paganismo e outras misturas religiosas apenas de tradições humanas, sem base e comprovação bíblica. Porventura,ouvirão o chamado de Deus tão claro dizendo: “Sai dela, povo meu, para que não vos torneis participantes dos seus pecados”(Apoc.18:4).?Leia a Bíblia,venha para a luz, conheça o Caminho,a Verdade e a Vida!

26 de abr de 2011

SEGUINDO A TRADIÇÃO...REJEITANDO A SALVAÇÃO

Os que seguem a igreja tradicionalmente romana,os romanos dizem que eles não oram à imagem, ao ídolo, mas ao espírito ou à pessoa que é representada por ele. Mas essa é a resposta dos adoradores de imagens em todo o mundo quando se lhes perguntam por que eles oram a elas.Essa foi a resposta dada pelos israelitas quando eles adoraram o bezerro de ouro no deserto; depois que fizeram o ídolo eles disseram: "São estes, ó Israel, os teus deuses, que te tiraram da terra do Egito"(ÊXODO 32:4).Eles não pretendiam que o seu culto terminasse na imagem. Eles estavam adorando os seus deuses através do uso da imagem, ou do ídolo, uma semelhança que eles acharam apropriadamente representativa dos seus deuses. Mas em outras ocasiões os israelitas adoraram os ídolos mesmo. A condenação da idolatria de Israel feita por Oséias - "é obra de artífice, não é DEUS" (OSÉIAS 8:6) - implica em dizer que o bezerro de Samaria era adorado pelo Reino do Norte como se fosse DEUS. Veja também o SALMO 115:4-8. Sem dúvida os mais cultos percebem a diferença que existe entre o ídolo e os deus ou espírito que ele representa. Mas na prática dos países não protestantes e entre os ignorantes a tendência é que esta distinção desapareça e esse culto se transforma em indiscutível idolatria. Os profetas do Velho Testamento e a Bíblia como um todo não diferenciam os falsos deuses e suas imagens; e os cultos pagãos tendem a identificá-los completamente. Os israelitas foram severamente condenados pelo uso dos ídolos em seu culto a DEUS. Não poderia de maneira diferente com os católicos romanos. Em inúmeras ocasiões os israelitas tentaram adorar a DEUS através do uso de imagens, mas tais práticas sempre foram severamente condenadas. Mesmo que fosse verdade que os da Igreja romana oram apenas à pessoa ou ao espírito representado pela imagem, ainda assim seria pecado e isto por dois motivos: 1) DEUS proibiu o uso de imagens no culto; 2) há um único mediador entre DEUS e os homens, a saber CRISTO, não Maria ou outros santos. Portanto, meu irmão, com todo respeito e carinho que falo a você,Deus contempla a sua fé, não é necessário estar diante de uma imagem, para ter merecimento no seu pedido junto a Deus, porque o único que pode ser intercessor entre Deus e nós, é Jesus, porque Ele aqui viveu, como nós, sentiu dor, fome, frio, sede, foi tentado, mas não pecou.Ele deixou sua majestade no Céu, para vir morrer pela humanidade, pagando o preço de nossos pecados.O castigo que estava sobre nós, ele já sofreu. E Seu sacrifício foi aceito pelo Pai! Isto tudo eu aprendi, lendo a Bíblia, ninguém me falou.Confira, leia você também. Nascemos e crescemos aprendendo o Catecismo, MAS NUNCA NOS DISSERAM QUE TROCARAM OS MANDAMENTOS DA LEI DE DEUS, tirando o segundo, mudando o dia de adoração do quarto, e dividindo o décimo mandamento em dois.Com isto,permaneceram dez. Você não acha estranho que só agora, depois de tantos séculos, nunca usando a Bíblia para ser lida pelos fiéis, é que a Igreja Católica está incentivando os membros à leitura da Bíblia? Pois é, porque estão ocorrendo mudanças na Igreja, para não perderem fiéis para as outras denominações religiosas, que infelizmente, ainda nem pregam TODA A VERDADE, só PARTES da Verdade...Toda a Verdade, está na Bíblia. Mas muitos ainda continuarão enganados e não enxergarão, porque já estão tão envolvidos pelo erro,e seguindo tradições que continuarão sem ver, mesmo lendo a Palavra de Deus. Aos poucos, o engano entrou nos seus corações e mentes, por tantos séculos de tradições, passando de pais para filhos, e inocentemente, acreditam em PARTE da Verdade. Mas Graças a Deus, quando descobrirem a Verdade,abrindo as Escrituras e auxiliados pelo Espírito Santo,conhecerão verdadeiramente a Jesus, que os liberta, cura e salva!

VOCÊ SABE A DIFERENÇA ENTRE ADORAÇÃO E LOUVOR?

Louva-se a DEUS pelo que ELE fez ou faz, mas adora-se a ELE pelo que ELE é; O louvor é um agradecimento a DEUS, a adoração é um engrandecimento de DEUS; No louvor precisa-se da participação de outras pessoas e às vezes de instrumentos musicais, a adoração é individual e nasce dentro de nós, em nosso espírito; O louvor chega aos átrios, a adoração chega ao santo dos santos (presença de DEUS); No louvor são usados o corpo e a alma; na adoração são usados o corpo mortificado e lavado no sangue de JESUS e o espírito ("recriado"); Para louvar a DEUS não é preciso comunhão com o ESPÍRITO SANTO, pois até os animais o louvam (Sl 148, 149, 150); para se adorar a DEUS é preciso uma estreita comunhão com o ESPÍRITO SANTO, pois é ELE que nos transporta ao trono. O louvor é um aceno e cumprimento, a adoração é um abraço e um beijo cheio de amor. Para louvar não é preciso nascer de novo, para adorar só com espírito "recriado" (ligado a DEUS pelo novo nascimento, através do ESPÍRITO SANTO). Observação: Por isso se vê tão poucos adoradores e tantos que louvam. Aos homens se aplaude (manifestação externa), a DEUS se adora (manifestação interna). Note que JESUS está dizendo para a mulher em JOÃO 4 que os judeus adoravam a DEUS com a palavra de DEUS (em verdade, pois possuíam todos os escritos do Pentateuco até os profetas) mas suas bocas diziam uma coisa e o coração outra. Não adoravam em Espírito, só com a verdade. Os samaritanos adoravam em Espírito, pois não tinham nem o templo legítimo e nem a palavra (só adotavam o Pentateuco), faltava-lhes portanto a verdade. JESUS está dizendo que chegou o tempo de adorar em Espírito e em Verdade, pois ele envia o Espírito Santo àqueles que lhe aceitarem como senhor e salvador e estes aprenderão o real sentido da adoração.Veja que é DEUS que procura aos verdadeiros adoradores que o adoram em Espírito e em verdade. Não é nem no Monte Gerizim em Samaria (templo já destruído) e nem no Monte Moriá em Jerusalém (onde estava erigido um suntuoso templo construído por Herodes) - mas a verdadeira adoração a DEUS é feita onde você estiver, bastando para isso erguer o pensamento a DEUS e adorá-lo, entregando-se totalmente a ação do Espírito Santo!

24 de abr de 2011

PECADOR OU “PECADEIRO”?

Deus odeia o pecado, e seu incondicional amor a nós, pecadores arrependidos, nos levou e nos leva a cada dia a também odiar a prática pecaminosa!// As pessoas confundem 'Amor Incondicional" com 'Perdão Incondicional'. Em nenhuma parte da Bíblia está escrito "Deus odeia o pecado mas ama o pecador".O problema é que, quando você diz "Deus ama o pecador mais odeia o pecado", você acaba desviando o alvo da Ira de Deus, que é A PESSOA SEM JESUS, e não AS ATITUDES DA PESSOA. Assim as pessoas não serão convencidas que ELAS MESMOS, sem JESUS, estão debaixo da IRA DE DEUS!O perdão de Deus é incondicional. Ele está sempre de braços abertos para receber aquele que se arrepende de suas iniquidades, mas Ele não pode conceder seu Amor ao que não quer. Por tanto, aquele que não possui o amor de Deus receberá Sua Ira, que pode ser interpretada como o ódio de Deus! Se Deus ama o que é bom, logo Ele odeia o que é mal.Esse ódio de Deus é para com aquelas pessoas que não se converterão, que ainda vivem nos prazeres do mundo e amam pecar e o pecado é acariciado diariamente.Pecam, pedem perdão, mas não se arrependem verdadeiramente, voltam a pecar de novo,não sentem vergonha de ter ofendido a Deus e assim, não abandonam o pecado!Já os que se convertem,os que alcançam a misericórdia e o amor de Deus os ele trata como filhos : Por exemplo: "Os loucos não pararão à tua vista; odeias a todos os que praticam a maldade. Destruirás aqueles que falam a mentira; o SENHOR ABORRECERÁ o homem sanguinário e fraudulento.” Salmo 5.5 e 6."Jurou o Senhor DEUS por si mesmo, diz o SENHOR, o Deus dos Exércitos: ABOMINO a soberba de Jacó, e ODEIO os seus palácios; por isso entregarei a cidade e tudo o que nela há." Amós 6:8.Isso é Bíblico.A garantia de que estamos no caminho da salvação é:- Ter nascido de Deus e não apenas da carne e sangue (Jo 1:12,13);- Crer apenas no nome de Jesus (Jo 3:16);- Não ser do mundo como Jesus também não era (João 17:16);- Não amar o mundo nem as coisas que há no mundo (1 Jo 2:15);- Ser santo (Ap 22:11);- Ser testemunha de Jesus - apenas Dele (Ap 17:6);- Não amar a si mesmo (Ap 12:11). Os homens não serão convertidos com "tolerancia", no sentido de amenizarmos a verdade pra ela ficar mais "açucarada".Os homens serão convertidos com a Verdade.

23 de abr de 2011

QUEM ,SENHOR, SUBSISTIRÁ?

Quem, Senhor, subsistirá? É a pergunta que perturbou o ser humano ao longo dos tempos. A resposta é: Ninguém. Porque o pecado mata. Lentamente, aos poucos, imperceptivelmente. No início, tudo parece maravilhoso. Você sente coisas que nunca sentiu. Acha-se livre como um passarinho. Toma sua vida e voa pelo mundo sem limites nem fronteiras que a sua imaginação cria. Mas o tempo passa. Implacável. Cruel. Insensível. E quando você começa a perceber os estragos na sua vida – física, moral ou psíquica – já é tarde. As sombras da noite já o envolvem. Você gostaria que o dia se prolongasse para mudar o rumo das coisas, mas sente como se a própria vida escapasse das suas mãos. Não há dúvida. O pecado mata. Ninguém subsiste a ele. Por isso, a única solução está no perdão, e o perdão só pode ser alcançado em Jesus. Esse dom divino é oferecido gratuitamente a todos, mas só o recebem os que O temem. Esse temor não tem nada a ver com medo. É o resultado do amor, nascido de um coração agradecido que aprendeu a confiar em Deus e a acreditar nas Suas promessas. A despeito do seu passado, hoje pode ser um novo dia para você. Ontem já foi. Não conta. O futuro ainda não chegou. Está nas mãos de Deus. Aproveite o seu presente para dizer como o salmista: “Se observares, Senhor, iniqüidades, quem, Senhor, subsistirá? Contigo, porém, está o perdão, para que Te temam.”(Alejandro Bullón)

PEREGRINOS RUMO AO LAR

O justo jamais será abalado, mas os perversos não habitarão a Terra. Prov. 10:30. Se você nunca esteve longe de casa, será difícil entender o valor da esperança. Israel era um povo peregrino, alimentado pela esperança. Desde a promessa feita a Abraão, Israel sempre sonhou com herdar a terra e habitar nela. A promessa cumpriu-se em certa medida, porque um dia eles chegaram e conquistaram a terra de Canaã. Mas, infelizmente, eles não permaneceram lá. Salomão fala hoje para os peregrinos de nossos dias. Diante das adversidades, dificuldades e conflitos diários, somos alimentados pela bendita esperança de que não ficaremos neste mundo para sempre. Nesta vida tudo é transitório e passageiro. Somos peregrinos rumo ao nosso verdadeiro destino. A “Terra” que Deus promete hoje aos Seus filhos não está neste mundo. Há um Céu, uma vida melhor, um paraíso. Parece utopia falar dessas coisas em pleno século 21. O pragmatismo que permeia a cultura de nossos dias se recusa a aceitar o paraíso como uma realidade. Mas as Sagradas Escrituras afirmam enfaticamente que o Céu existe. No verso de hoje, declara-se que são os justos que entrarão na nova Terra. Em outra parte, Salomão menciona duas características dos que um dia habitarão lá: retidão e integridade (Prov. 2:21). Esses aspectos do caráter têm a ver com a maneira como as pessoas agem diante das circunstâncias. As coisas são como são, não como eu imagino que devam ser. A noite é noite por mais que eu amontoe toneladas de luz artificial. Quando a pessoa não aceita a realidade da vida, inventa um estilo de conduta ambíguo. Cria os seus próprios padrões, disfarça, aparenta e divide seu mundo interior a ponto de inabilitar-se para desfrutar vida plena. Perde a retidão e a integridade. Um coração dividido, uma mente cerceada, um corpo com um pé indo para a direita e o outro para a esquerda, criam seu próprio inferno na Terra. As labaredas da consciência dividida atormentam a pessoa de dia e de noite. Para ela, não existe esperança de um mundo melhor, nem aqui e nem no Céu. Vale a pena cultivar valores, porque “o justo jamais será abalado, mas os perversos não habitarão a Terra”.

21 de abr de 2011

LEI DE DEUS E LEIS DE MOISÉS

Crê, boa parte dos cristãos de hoje que a Lei de Deus foi abolida quando Cristo morreu na cruz. Assim admitem esses irmãos, pelo fato de aceitarem que a Bíblia apresenta apenas uma lei, a Lei de Moisés. Entendem pelo termo “lei”, encontrado nas Escrituras, como definindo todas as leis da Bíblia. Não compreendem a separação delas, e discordam que haja distinção entre as mesmas. Tudo se resume, pensam, na Lei de Moisés. Não aceitam a existência de um código particular, como a Lei Moral (Os Dez Mandamentos), ou a Lei Cerimonial (ritualismo judaico). O estudante sincero encontra nas Escrituras muitas leis, entre as quais destaco: Lei Moral – os Dez Mandamentos (Êxodo 20:1-17). Lei Cerimonial (Levítico 23). Lei Dietética – de Saúde (Levítico 11). Lei Civil (que regia o governo dos judeus). Leis de Casamento. Leis de Divórcio. Leis de Escravatura. Leis de Propriedade. Leis de Guerra, etc.Caiu no domínio popular cristão que, quando se menciona ou se lê na Bíblia a palavra lei, tudo se resume na Lei de Moisés, o que não é correto. De fato, existem muitas leis que foram enunciadas, escritas e entregues por Moisés, embora provenham de Deus, e entre elas está a Lei Cerimonial, consistindo de um ritual que os judeus deveriam praticar até a chegada do Messias Jesus. Esse ritual simbolizava o evangelho para os judeus, e compunha-se de ordenanças como: ofertas diversas, holocaustos, abluções, sacrifícios, dias anuais de festas específicas e deveres sacerdotais (IICrôn.23:18; Lev.23; IICrôn.30:16; Esd.3:2). Há porém um código particular e distinto, escrito e entregue pelo próprio Deus a Moisés; é a Lei Moral dos Dez Mandamentos, e em nenhuma parte das Escrituras é esta lei chamada de Lei de Moisés. Portanto, estudando com cuidado, qualquer um encontrará na Bíblia essa variedade de leis. “Billy Graham, considerado o maior evangelista da atualidade e fundamentalista, assim se expressou sobre a Lei de Deus. Reproduzimos a pergunta específica de um repórter e consequente resposta textual, como estão na coluna de um jornal londrino . “Pergunta: Mr. Graham, alguns homens religiosos que conheço, dizem que os Dez Mandamentos são parte da lei e não se aplicam a nós hoje. Dizem que nós, como cristãos, estamos “livres da lei”. Está certo? “Resposta: Não, não está certo, e espero que você não seja desencaminhado por estas opiniões; é de suma importância compreender o que quer dizer o Novo Testamento quando afirma que estamos ‘livres da lei’. Como é evidente, a palavra ‘lei’ é usada pelos escritores do Novo Testamento em dois sentidos. Algumas vezes ela se refere à Lei Cerimonial – do Velho Testamento, que se relaciona com matéria ritualística e regulamentos concernentes a manjares, bebidas e coisas deste gênero. Desta lei, os cristãos estão livres na verdade.// Mas o Novo Testamento também fala da Lei Moral, a qual é de caráter permanente e imutável e está sumariada nos Dez mandamentos.” Este famoso pregador Batista confirma o que a Bíblia apresenta com enorme clareza. Bem, agora vamos consultar também, o apóstolo Paulo, a respeito do assunto:Em I Coríntios 14: 21:“Está escrito na lei: Por gente doutras línguas, e por outros lábios, falarei a este povo...” Aqui, Paulo não se refere nem à Lei Moral, e muito menos à Lei Cerimonial. Sua referência só pode ser ao Pentateuco ou mesmo a todo o Antigo Testamento, nunca porém a um código definido, como a Lei Moral ou a Lei Cerimonial. Gálatas 3: 10: “Todos aqueles pois que são das obras da lei estão debaixo de maldição... porque escrito está: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as obras que estão escritas no livro da lei, para fazê-las.” Aqui, lógico e evidente, refere-se o apóstolo a outra lei. É inegável! Inclusive a define como sendo escrita em um livro.Há outras passagens contundentes da pena de Paulo que apresenta a diversidade de leis, porém, chamo sua atenção para um fato altamente importante e de real destaque em dois textos: Efésios 2: 15 – “Na Sua carne desfez a inimizade, isto é; a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças...” Romanos 3: 31 – “Anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma, antes estabelecemos a lei.” Releia o que disse Billy Graham aí atrás (pág. 75). Agora considere o que escreveu este eminente teólogo: “O contraste entre as afirmações é nítido quando se chama a atenção para o fato de que Paulo usou a mesma raiz grega para as palavras aqui traduzidas por ‘desfez’ e ‘anulamos’. Esta raiz, “katargeo” , significa tornar ‘inoperante’,‘fazer cessar’, ‘afastar’ alguma coisa, ‘anular’, ‘abolir’. Mas o escritor inspirado Paulo diz a uma determinada igreja que a ‘lei’ está desfeita, e a outra igreja exclama: ‘De maneira nenhuma (Deus nos livre é o sentido original)’, ao pensamento mesmo de que a ‘lei’ esteja abolida, e se refere à mesma lei em cada caso? Obviamente Paulo deve estar falando de duas leis diferentes. Esses dois textos são suficientes em si mesmos para expor a falácia de que a Bíblia fala de uma só lei.”Vamos ainda ouvir o apóstolo São Paulo em Efésios 6: 2: “Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa.” Seria irrazoável, não acha, já que o “mandamento” fora desfeito, Paulo mandar os efésios observá-lo! E há mais, afirma ele ter sua obediência uma alvissareira promessa – vida longa – com saúde e paz; se a lei da saúde também for observada, evidente! Em I Timóteo 1: 8: “Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela se utiliza legitimamente.”Percebe, meu irmão...Jamais pode ser boa uma coisa “maldita”. Correto? Também, se é boa e útil, por que ser abolida e desfeita, não é? Tem mais em Romanos 7: 14:“Porque bem sabemos que a lei é espiritual, mas eu sou carnal...” Note, Paulo toma a minha e a sua palavra agora e diz: “sabemos que a lei é espiritual”. Sabia você isso, irmão? Ou seja: A lei provém do Espírito de Deus. Se sua fonte é tão sagrada, não lhe surpreende vê-la tão rejeitada? Ainda em Romanos 7: 16:“E se faço o que não quero, consinto com a lei que é boa.” Observe novamente a afirmação paulina: “A lei é boa”. Não deixa ele brecha para suposições ou interpretações falseadas. A lei é boa disse. Ora, se a lei é boa e contribui para tornar o homem espiritual, não pode nem deve ser anulada, desfeita, interrompida, caducada. Concorda? Nunca jamais, você dirá com certeza! Paulo em Romanos 7: 12 diz ainda: “E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom.” Permita-me repetir as palavras de Paulo mais uma vez: Lei santa, Lei justa, Lei boa. É inegável que Paulo faz alusão a leis diferentes, porque jamais poderia afirmar que uma lei não presta e seja boa ao mesmo tempo. Que foi anulada, e é santa, justa e boa. Que é maldição e que tenha uma promessa de longa vida ao se observá-la. Observe ainda, irmão, Romanos 7: 22:“Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na Lei de Deus.” Viu? Lei de Deus e não de Moisés. Claro, não é? Que acha que seja o “homem interior”? – Sim, é o homem espiritual, o crente fiel e sincero, o homem que não transgride a vontade divina, que não transige com o pecado, e, como Paulo, tem prazer na Lei de Deus. Além disso, em Romanos 7: 25: “Dou graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor, assim que eu mesmo com o entendimento sirvo a Lei de Deus...” Caro irmão, Paulo já afirmou que a Lei de Deus é santa, justa, boa, espiritual, tinha prazer em guardá-la, e agora dá “graças a Deus por Jesus Cristo” pela oportunidade e privilégio de poder, com todo o seu entendimento, servir à Lei de Deus. Que maravilhoso! Creia isto, sinceramente, amado irmão e seja feliz!

PÁSCOA ... JESUS!

Efésios 1:3 : "Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestes em Cristo". Quando pensamos em homenagear alguém, ou parabenizar, ou mesmo confraternizar com pessoas, frequentemente levamos presentes. De acordo com a situação ou a pessoa em questão, presenteamos com presentes caros, ou com algum valor sentimental importante para o presenteado ou para nós mesmos. Quando estamos prestes a sermos presentados por algum motivo - aniversário, data comemorativa, homenagem, etc. - muitas vezes ficamos ansiosos e começamos a idealizar o nosso presente e, é claro, pensamos no melhor. O conceito de bom presente é muito relativo, pois depende dos anseios e desejos de cada indivíduo. O que pode ser muito bom para um, é normal para outros e até ruim para determinadas pessoas. Na realidade, temos que desejar um presente que seja espiritual... Você pode estar se perguntando agora: Bem, mas eu necessito comer, beber, passear, vestir, morar, etc. Na verdade, todas as bênçãos de Deus são espirituais, ao contrário das falsas bênçãos que vêm de Satanás, que são carnais, pois agradam a carne do homem, e por isso esse colhe corrupção (Gálatas 6:8 - "Porque quem semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas quem semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna"). Mas se buscarmos as bênçãos espirituais teremos tudo que precisamos no mundo em que vivemos, pois tudo está definido por nosso Senhor e Criador, que antes mesmo que peçamos, Ele já sabe as coisas que precisamos e as que não precisamos. Ganhar presente é muito bom e Jesus tem um grande presente para você: A vida eterna!///Nas vésperas da Páscoa do ano de 786 do antigo calendário romano, se é que é válida tal precisão de data, no mês de Nisã dos hebreus, ocorreu uma crucificação de três homens do lado de fora dos muros da cidade de Jerusalém. Dois deles eram ladrões, o outro tratava-se de um pregador, um rabi chamado Jesus, que se dizia um filho de Deus. Alguém que viera anunciar o Reino dos Céus. O cenário daquela terrível execução de que ele foi vítima iria, bem depois ao longo da história, com o Ocidente inteiro convertido à fé de Cristo, ser infinitas vezes reproduzido por seus seguidores por todos os meios possíveis: em livros, telas, murais, vitrais, esculturas, autos teatrais, representações públicas de ruas e em filmes, fazendo com que a humanidade sofredora se identificasse com o martírio dele./// "Nenhuma culpa encontro nele. É costume entre vós que eu solte um preso, na Páscoa. Quereis que vos solte o rei dos judeus? Esse não, gritaram de novo, clamando: Esse não, mas Barrabás!" -- Pilatos ao povo (João 18). /// AOS MEUS QUERIDOS AMIGOS, DESEJO UMA FELIZ PÁSCOA, UMA LIBERTAÇÃO REAL DO PECADO E DO CATIVEIRO DESTE MUNDO,UM ENCONTRO VERDADEIRO COM JESUS, QUE SE TORNOU PÁSCOA, LIBERTANDO COM SEU SACRIFÍCIO DE CRUZ, A TODA A HUMANIDADE!

“BACALHAU” DE PÁSCOA (VEGETARIANO)

Ingredientes// 2 xícaras de carne de soja branca, em pedaços; óleo; alho, sal e shoyu a gosto; 3 colheres (sopa) de polpa de tomate; um copo de leite de coco; duas folhas de louro; 6 batatas grandes; vinagre de maçã ; cebola, pimentão verde e amarelo; azeitonas pretas ; ovos cozidos.Preparação://Enquanto cozinhas as batatas, preparas a carne de soja. Escaldas por 2 minutinhos a soja, lavas a carne, escorres bem e refogas com o óleo, o alho, cebola,o shoyu, a polpa de tomate, coentro, depois acrescentas o leite de coco e as folhas de louro. Deixas ferver durante cerca de três minutos. Preparas a frigideira e colocas uma camada de batatas cozidas, cortadas em rodelas. Preparas um molho com o alho picado, vinagre de maçã (se preferires, usa limão), azeite e molho de tomate. Regas as batatas com este molho. Colocas em seguida, a carne de soja refogada por cima, corta a cebola em rodelas e coloca na frigideira. Acrescentas os pimentões,também cortado em rodelas. A quantidade fica a gosto de cada um. Colocas os ovos cozidos e fatiados em cima de rodelas de tomate e azeitonas pretas. Depois de colocares um pouco mais de molho por cima, levas ao forno por alguns minutos antes de servires.//Bom apetite......e uma feliz Páscoa Vegetariana!

20 de abr de 2011

PORQUE LER OS LIVROS DE ELLEN WHITE?

Ellen G. Harmon nasceu em Gorham, Maine, dia 26 de novembro de 1827 na família de Roberto e Eunice Harmon. Ela, junto com sua irmã gêmea Elizabeth, eram as mais jovens de um grupo de oito irmãos. Logo no começo de sua adolescência, Ellen e a sua família aceitaram as interpretações bíblicas de um fazendeiro que se tornou pregador Batista: Guillerme Miller.Ellen White costumava ler muito. Deu-se conta de que a leitura de outros autores lhe ajudava em sua própria redação enquanto apresentava as verdades que se lhe revelavam em visão.Não pretendeu ser infalível e nem que seus escritos fossem tratados em igual forma que as Escrituras Sagradas. Ainda assim, creu firmemente que suas visões eram de origem divina e que seus artigos e livros eram produzidos sob a condução do Espírito Santo de Deus. Foi basicamente uma evangelista, e sua preocupação principal na vida era a salvação das almas..Em agosto de 1846, casou-se com Tiago White, um ministro adventista de 25 anos com quem compartilhou a convicção de que Deus a tinha chamado para que fizesse a obra de uma profetisa.Ellen White foi uma pessoa generosa e deu um bom exemplo de cristianismo prático.Frequentou a escola só até os seus 9 anos, mas suas mensagens puseram em marcha as forças que deram a luz a todo o sistema educativo mundial da Igreja Adventista. Desde as creches até as universidades. Ainda que não tinha nenhum treinamento médico, o fruto de seu ministério pode-se ver hoje na rede de hospitais e clínicas adventistas que se encontram ao redor do mundo. E ainda que não foi formalmente ordenada como ministro do evangelho, provocou um impacto espiritual sem precedentes nas vidas de milhões. Desde um extremo da terra até o outro.Ellen White morreu no dia 16 de julho de 1915. Por 70 anos ela apresentou fielmente as mensagens que Deus lhe deu para seu povo. Os livros de Ellen White continuam até o presente momento ajudando às pessoas a encontrar seu Salvador, a aceitar o perdão de seus pecados, a compartilhar esta bênção com outros, e a viver na esperança da promessa de seu cedo regresso!

18 de abr de 2011

MÁXIMAS PARA REFLETIR...

1 -Deus não escolhe pessoas capacitadas, Ele capacita os escolhidos.// 2 - Um com Deus é a maioria.// 3 - Devemos orar sempre, não até Deus nos ouvir, mas até que possamos ouvir a Deus.// 4 - Nada está fora do alcance da oração, exceto o que está fora da vontade de Deus.// 5 - O mais importante não é encontrar a pessoa certa, e sim ser a pessoa certa.//6 - Moises gastou: 40 anos pensando que era alguém; 40 anos aprendendo que não era ninguém e 40 anos descobrindo o que Deus pode fazer com um NINGUÉM.// 7 - A fé ri das impossibilidades.// 8 - Não confunda a vontade de DEUS, com a permissão de DEUS.// 9 - Não diga a DEUS que você tem um grande problema. Mas diga ao problema que você tem um grande DEUS.

16 de abr de 2011

A PÁSCOA

Qual é a origem e significado da Páscoa?Poucos sabem mais a Páscoa celebra a libertação do povo de Deus, da escravidão.Sua origem foi por ocasião do êxodo do povo de Israel da terra do Egito. A Bíblia relata o acontecimento no capítulo 12 do livro do Êxodo. Faraó, o rei do Egito, não queria deixar o povo de Israel sair, então muitas pragas vieram sobre ele e seu povo. A décima praga porém, foi fatal : a matança dos primogênitos. Segundo as instruções Divinas, cada família hebréia,deveria sacrificar um cordeiro e espargir o seu sangue nos umbrais das portas de sua casa. Este era o sinal, para que o anjo da morte não atingisse esta casa com a décima praga. A carne do cordeiro, deveria ser comida juntamente com pão não fermentado e ervas amargas, preparando o povo para a saída do Egito. Segundo a narrativa Bíblica, à meia-noite todos os primogênitos egípcios, inclusive o primogênito do Faraó foram mortos. Então Faraó, permitiu que o povo de Israel fosse libertado. Em comemoração a este livramento extraordinário, cada família hebraica deveria observar anualmente a festa da Páscoa, a palavra hebraica que significa “passagem” “passar por cima”. Esta festa, deveria lembrar não só a libertação da escravidão egípcia, mas também a libertação da escravidão do pecado, pois o sangue do cordeiro, apontava para o sacrifício de Cristo, o Cordeiro que tira o pecado do mundo. A chamada páscoa cristã, foi estabelecida no Concílio de Nicéia, no ano de 325 de nossa era. Ao adotar a Páscoa como uma de suas festas, a Igreja Católica, inspirou-se primeiramente em motivos judaicos: a passagem pelo mar Vermelho, a viagem pelo deserto rumo a terra prometida, retirando a peregrinação ao Céu, o maná que exemplifica a Eucaristia, e muitos outros ritos, que aos poucos vão desaparecendo. A maior parte das igreja evangélicas porém, comemora a morte e a ressurreição de Cristo através da Cerimônia da Santa Ceia. Na antiga Páscoa judaica, as famílias removiam de suas casas, todo o fermento e todo o pecado, antes da festa dos pães asmos. Da mesma forma, devem os cristãos confessar os seus pecados e deles arrepender-se, tirando o orgulho, a vaidade, inveja, rivalidades, ressentimentos, com a cerimônia do lava-pés, assim como Jesus fez com os discípulos.” Para quem comemora a Páscoa, sintam-se à vontade, nada contra, mas é apenas informação para saberem a origem desta Festa considerada cristã. O que tem a ver com a idéia do coelho e ovos de chocolate? E por que na sexta-feira a tradição diz que não se deve comer carne e sim peixe? A origem dos ovos e coelhos é antiga e cheia de lendas. Segundo alguns autores, os anglo-saxões teriam sido os primeiros a usar o coelho como símbolo da Páscoa. Outras fontes porém, o relacionam ao culto da fertilidade celebrado pelos babilônicos e depois transportado para o Egito. A partir do século VIII, foi introduzido nas festividades da páscoa um deus teuto-saxão, isto é, originário dos germanos e ingleses. Era um deus para representar a fertilidade e a luz. À figura do coelho juntou-se o ovo que é símbolo da própria vida. A Igreja católica no século XVIII, adotou oficialmente o ovo como símbolo da ressurreição de Cristo. Assim foi santificado um uso originalmente pagão, e pilhas de ovos coloridos começaram a ser benzidos antes de sua distribuição aos fiéis. O Peixe, foi símbolo adotado pelos primeiros cristãos. Em grego, a palavra peixe era um símbolo da confissão da fé no Salvador.” O costume de comer peixe na sexta-feira santa, está associado ao fato de Jesus ter repartido este alimento entre o povo faminto. Assim a tradição de não se comer carne é pela lembrança do sangue derramado por Cristo em nosso favor. Mas há uma mistura entre costume cristão,com costume pagão e portanto, não é puramente considerada uma festa cristã.

AÇÕES GLOBAIS DA IGREJA ADVENTISTA

O SÉTIMO MILÊNIO

"A Camada mais grossa de gelo do Ártico desapareceu. A cobertura de gelo plurianual do Oceano Ártico desapareceu, um acontecimento surpreendente que tornará mais fácil abrir rotas de navegação polar, afirmou um especialista na quinta-feira (29).Vastos mantos impenetráveis de gelo plurianual, que podem atingir 80 metros de espessura, bloquearam por séculos o caminho de navios em busca de uma rota mais curta pela mítica Passagem Noroeste do Atlântico ao Pacífico. Eles também impossibilitavam a ideia de navegar pelo topo do mundo.Mas David Barber, da cátedra de Pesquisa em Ciência do Sistema Ártico da Universidade de Manitoba, no Canadá, disse que o gelo estava derretendo a um ritmo extraordinariamente rápido."(D.da Profecia) Queridos, esta matéria é apenas mais uma dos noticiários que talvez estejamos acostumados a ler.Mas isto nos revela os acontecimentos previstos na Bíblia sobre os sinais da volta de Jesus e o fim desta vida na Terra. As catástrofes e calamidades,os sinais na natureza, começam a ficar banais,porque assim como colocamos o relógio para despertar, e desligamos várias vezes, quando estamos cansados ou com preguiça de levantar,assim estamos dormentes e sonolentos espiritualmente para percebermos que o tempo está próximo e que precisamos despertar! Assim como a Parábola das Virgens, as 5 prudentes e as 5 loucas,o esposo(Cristo)virá quando não esperarmos.(Mateus 25). Em II Pedro 3:8-9 lemos:" - Amados, não ignorem que para Deus um dia é como mil anos, e mil anos como um dia...". A Criação do mundo, em 6 dias e ao sétimo o descanso de Deus,foi o modelo do Planeta, com relação à vinda de Cristo e à Nova Terra restaurada. A semana da Criação em 6 dias, e o descanso da Criação no sétimo dia,são profeticamente os 6000 anos que já se passaram é o sétimo milênio, será o sábado milenial, em que a terra descansará... O descanso da Terra, no sétimo milênio, é apoiado pela Bíblia, por Martinho Lutero,J.N.Andrews, E.White, e outros muitos que criam, que a Terra duraria 6000 anos de pecado e que depois viria um descanso de 1000 anos, que é o milênio que entramos no ano 2000. Já estamos com quase 11 anos de graça, tempo em que Deus ainda está dando para que todos se convertam. Cristo retornará então, para levar os seus eleitos para o Céu. Sabemos o milênio,apesar de não sabermos o dia nem a hora da volta de Jesus!O sétimo milênio desde a fundação do mundo, começou no ano 2000! Esquecemos o sábado semanal, o sábado anual e também esquecemos o sábado milenial! Esquecemos que estamos vivendo no periodo em que Jesus falou: "E tardando o esposo, todas dormiram". Ele mesmo disse que não viria na hora em que todos pensam...Temos a consciência disso? Quando oramos : "ORA, VEM SENHOR JESUS"! Queremos mesmo que ELE venha logo? Em Apocalipse 19:7 em diante diz: "Regozijemo-nos e alegremo-nos, demos-lhe glória, porque vinda são as Bodas do Cordeiro e já Sua esposa se aprontou"Estamos nos aprontando? A tardança é intencional...Deus quer salvar a todos, precisamos dar o alerta! E não podemos esmorecer. Somos a esposa do Cordeiro, a noiva, a Igreja de Deus, os filhos e filhas que esperam por Ele e que estão se preparando, lendo sua Palavra, confessando os pecados e pedindo perdão todos os dias, vivendo uma vida santificada,não amando este mundo nem as suas concupiscências,mas nos preparando para sermos moradores do Lar Celestial, ansiando para vê-lo voltando nas nuvens do Céu!

11 de abr de 2011

RESTAURAÇÃO

Restaura-nos, ó Deus dos Exércitos; faze resplandecer o Teu rosto, e seremos salvos. Sal. 80:7./// Outro dia conversei com o filho de um empresário bem-sucedido. Filho único, tinha tudo para continuar fazendo crescer a empresa do pai. Infelizmente, juntou-se com pessoas erradas e acabou prisioneiro das drogas.O homem tinha quase quarenta anos. Já não era mais um jovem e, olhando para trás, dizia: “Foram mais de vinte anos da minha vida jogados no lixo.” Um dia, porém, encontrou-se com Jesus. Era o último recurso e apegou-se a Ele com as forças que ainda lhe restavam. Hoje, ninguém acredita na transformação operada na vida desse rapaz. Voltou aos estudos e começou a trabalhar na empresa do pai. É justamente isso que envolve a súplica do salmista hoje. “Restaura-nos.” Restaurar é consertar o que está destruído. Muitas vezes é “fazer de novo”. Você toma o vaso de cristal em cacos e o reconstrói pedaço a pedaço, de modo que ninguém nota que um dia estava destruído. Mas o salmista vai além. Ele diz: “Faze resplandecer o Teu rosto.” Sal. 80:7. O homem de nossa história me contava que, enquanto estava prisioneiro nas garras do vício, tinha vergonha de olhar o rosto dos pais. O pai pergunta: “Por que, filho, se eu nunca deixei de amar você, apesar de tudo o que você fazia?” E o filho responde: “Sentia-me sujo, indigno, e por isso sumia durante meses.” Assim é o sentimento de culpa. Deus nunca abandona o filho rebelde. Ele nunca “esconde o rosto”, mas o pecado cria no ser humano tal senso de culpa que ele acha que Deus está zangado. Se, por algum motivo, você foi ferido por um dardo envenenado do pecado, não tenha medo nem vergonha de ir ao Pai celestial. Ele está com os braços abertos, disposto a recebê-lo. O salmista apela hoje ao Senhor dos Exércitos. Em hebraico, o nome de Deus nesse verso é Jeová. Esse nome denota todo o poder controlador dos Céus e da Terra. Todo esse poder está disponível para ser usado em seu favor, para restaurar o que parece humanamente impossível de ser restaurado. Clame hoje em seu coração: “Restaura-nos, ó Deus dos Exércitos; faze resplandecer o Teu rosto, e seremos salvos.”(Alejandro Bullón- http://www.ministeriobullon.com).

PODE-SE CONFIAR EM NOSSO CORAÇÃO?

"Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso...". Jeremias 17.9. Quase todos os homens cuidam para que o engano não os acometam, mas eles não sabem que é do seu próprio coração que provém o maior engano. Jesus confirma isto quando diz: "Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem" Marcos 7.21-23. No texto de Jeremias que iniciamos, Deus nos ensina que o coração do homem pecador é enganoso, mais do que todas as coisas. Há muito engano, mas o maior deles é o próprio engano do coração do homem. Deus ainda continua: "e perverso". Essa palavra confirma que jamais o homem pecador pode decidir pela verdade, pelo certo. A sua decisão será sempre perversa, corrupta, contra a vontade de Deus. O texto ainda continua dizendo: "quem o conhecerá?". O homem por si só não pode discernir esse engano no seu coração, porque o engano o domina. Somente Deus que esquadrinha o coração e prova a mente,pode. Por isso é que em toda a Sua Palavra, ele diz ao homem que ele precisa de um coração novo, e essa é a sua promessa: "Então aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei. E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis" Ezequiel 36.26-27.
Restaura-nos, ó Deus dos Exércitos; faze resplandecer o Teu rosto, e seremos salvos. Sal. 80:7./// Outro dia conversei com o filho de um empresário bem-sucedido. Filho único, tinha tudo para continuar fazendo crescer a empresa do pai. Infelizmente, juntou-se com pessoas erradas e acabou prisioneiro das drogas. O homem tinha quase quarenta anos. Já não era mais um jovem e, olhando para trás, dizia: “Foram mais de vinte anos da minha vida jogados no lixo.” Um dia, porém, encontrou-se com Jesus. Era o último recurso e apegou-se a Ele com as forças que ainda lhe restavam. Hoje, ninguém acredita na transformação operada na vida desse rapaz. Voltou aos estudos e começou a trabalhar na empresa do pai. É justamente isso que envolve a súplica do salmista hoje. “Restaura-nos.” Restaurar é consertar o que está destruído. Muitas vezes é “fazer de novo”. Você toma o vaso de cristal em cacos e o reconstrói pedaço a pedaço, de modo que ninguém nota que um dia estava destruído. Mas o salmista vai além. Ele diz: “Faze resplandecer o Teu rosto.” Sal. 80:7. O homem de nossa história me contava que, enquanto estava prisioneiro nas garras do vício, tinha vergonha de olhar o rosto dos pais. O pai pergunta: “Por que, filho, se eu nunca deixei de amar você, apesar de tudo o que você fazia?” E o filho responde: “Sentia-me sujo, indigno, e por isso sumia durante meses.” Assim é o sentimento de culpa. Deus nunca abandona o filho rebelde. Ele nunca “esconde o rosto”, mas o pecado cria no ser humano tal senso de culpa que ele acha que Deus está zangado.Se, por algum motivo, você foi ferido por um dardo envenenado do pecado, não tenha medo nem vergonha de ir ao Pai celestial. Ele está com os braços abertos, disposto a recebê-lo.O salmista apela hoje ao Senhor dos Exércitos. Em hebraico, o nome de Deus nesse verso é Jeová. Esse nome denota todo o poder controlador dos Céus e da Terra. Todo esse poder está disponível para ser usado em seu favor, para restaurar o que parece humanamente impossível de ser restaurado. Clame hoje em seu coração: “Restaura-nos, ó Deus dos Exércitos; faze resplandecer o Teu rosto, e seremos salvos.”(Alejandro Bullón- http://www.ministeriobullon.com).

8 de abr de 2011

MAIS SINAIS...

Mateus 24:6-8 1. O sermão profético de Jesus aborda a proliferação das tragédias mundiais. 2. O sermão profético de Jesus deveria interessar a todos os verdadeiros cristãos. 3. O sermão profético de Jesus esclarece o tempo em que estamos a viver: o fim do mundo! I. GUERRAS E RUMORES DE GUERRAS – Mateus 24:6-7 (Depois das duas grandes guerras mundiais, rumores de guerras, guerras e terrorismo têm aumentado em proporções incalculáveis.Depois de 1914 a intensidade dos sinais bíblicos do fim tem-se intensificado assustadoramente.Desde então, os seres humanos deveriam ter buscado com mais intensidade o conhecimento do Príncipe da Paz, que é Jesus).// II. GRANDES TERRAMOTOS ASSINALAM O FIM DO MUNDO – Mateus 24:7-8: Depois de 1960 segue-se uma lista dos 4 maiores terremotos da história: a) 22 de Maio de 1960, no Chile, 9,5 graus na escala Richter;// b) 28 de Março de 1964, Alasca – EUA, 9,2 graus na escala Richter;// c) 26 de Dezembro de 2004, Sumatra, 9,1 graus na escala Richter;// d) 11 de Março de 2011, Japão, 9,9 graus na escala Richter.// Quem analisa, percebe que a quantidade e intensidade dos terremotos atuais nunca foram sentidas antes na história.Depois disso os terremotos deveriam servir para sacudir os seres humanos de todos os lugares, a fim de que acordem da letargia espiritual em se encontram. // III. GRANDE AUMENTO DA MISÉRIA – Mateus 27:7-8: (Com o aumento da população mundial automaticamente aumenta a fome e a miséria das pessoas em todos os lugares. O nosso planeta está a ficar lotado. A população mundial deve chegar aos 7 bilhões em meados do 4 trimestre de 2011, de acordo com um relatório da ONU. A maior parte desse crescimento acontece nos países mais pobres da Ásia e África. A população mundial atingiu os 6 bilhões em 1999. O primeiro ponto da agenda do G.20 é a economia. O segundo é a alimentação: questiona-se que mais 90% da população terão que eliminar a palavra “jantar”)// IV. GRANDE CRESCIMENTO DE EPIDEMIAS EVIDENCIAM O FIM DO MUNDO – Mateus 24:7-8 (Com o crescimento das epidemias e pestes as pessoas deveriam aguardar com mais intensidade a vinda de Cristo, o qual virá retirar os salvos deste Planeta que está em ritmo acelerado de destruição.)// A SEGUNDA VINDA DE CRISTO! 1. Estudemos mais a Bíblia para conhecer vigiando os sinais d’Aquele que vem sobre as nuvens com poder e grande glória (Mateus 24:30).2.Estudemos e conheçamos melhor os planos de Deus para o fim do mundo.3.Estudemos as profecias com atenção, oração e humildade a fim de que o Espírito Santo impressione o nosso coração e transforme a nossa vida.

DESCULPAS...PARA PERMISSIVIDADE

Deu no Gazeta Online: "Os mais atentos já notaram que adolescentes vêm incrementando o visual com mais um item: uma colorida pulseira de plástico. O objeto parece inocente. Mas, na realidade, é um código para experiências sexuais, onde cada cor significa um grau de intimidade, desde um abraço até o sexo propriamente dito. As pulseirinhas de silicone, agora promovidas 'a pulseiras do sexo', geraram o maior burburinho desde que começaram a aparecer. Alguns nem imaginam do que se trata. A moda, iniciada na Inglaterra, se disseminou pelo mundo, principalmente via internet, e é febre também dentro das escolas. "Quem usa as pulseiras está automaticamente participando de um tipo de jogo (o Snap), que funciona assim: uns tentam arrebentar a pulseira do outro. Aquele que consegue ganha o direito ao 'ato' ao qual a cor da pulseira corresponde. As 'prendas' vão desde um carinho até uma atividade sexual. "Há pais que já ligaram o sinal de alerta. E muitos ficam chocados quando descobrem que a pulseira usada pelo filho serve para esse tipo de 'brincadeira'." (...)

5 de abr de 2011

DO EDÉN AO FAST FOOD - 1ªparte - 5

DO EDÉN AO FAST FOOD - 1ªparte - 4

SUA PELE É O QUE VOCÊ COME...

Beleza não põe mesa, mas está à mesa. A alimentação balanceada, além de fazer bem à saúde, ajuda a tornar as pessoas mais bonitas e atraentes. A cada dia são descobertos novos benefícios em alimentos que transformam a pele, os cabelos e as unhas em fortes aliados da beleza. "A pele é resultado da sua alimentação. Os nutrientes que estão... presentes no corpo, vão nutrindo sua pele. Portanto, se a alimentação não é saudável, a pele não terá acesso a esses nutrientes que poderiam deixá-la muito mais bonita", diz Fernanda Giannecchini, nutricionista da Clínica Onodera Estética. Para se ter uma pele bonita e hidratada nada melhor do que aproveitar os alimentos considerados mais leves. "A alimentação mais saudável para a pele é aquela balanceada, rica em fibras, vegetais crus, frutas, legumes, leite e derivados magros. Além de possuírem importantes vitaminas e minerais que neutralizam radicais livres, esse alimentos contém fibras que melhoram o funcionamento do intestino.Algumas frutas são ricas em vitaminas C, E, e carotenóides, apresentando ação antioxidante capaz de neutralizar muitos danos ocasionados à pele ao longo da vida. Frutas como amora, uvas roxas, morango, framboesa, laranja, mexerica, limão, cereja, mirtilo, tomate, e outros vegetais como as verduras verde-escuras, brócolis, repolho, cenoura, etc, são ricos em antioxidantes que combatem os radicais livres, melhorando as paredes dos vasos sangüíneos da pele, que fica mais irrigada e oxigenada. Essas substâncias também previnem o envelhecimento precoce das células, o excesso de oleosidade e a acne. A vitamina C, presente em todos esses alimentos, além da função antioxidante, é fundamental na produção de colágeno, a proteína que mantém a pele saudável e bonita.