26 de abr de 2012

PELA GRAÇA, A CADA DIA... É pela contemplação que somos transformados. Não há nada em nós que possa agradar a Deus e nos qualificar para a salvação. Existe alguma área da sua vida fora do controle do Espírito Santo? Nesse momento, antes de responder, fale com Jesus sobre isso. HOJE é o dia de subjugar e vencer todas as tendências pecaminosas...Vencer hoje, é um grande passo para vencer amanhã, e assim sucessivamente. Não poupe nenhum pecado que tem atormentado sua vida. "Poupar algum pecado, é acalentar um inimigo que só está à espera de um momento de descuido para causar a nossa ruína (Exaltai-o - Meditações de 92). A graça de Cristo muda nossa disposição natural de pensar e agir. Paulo fala em Filipenses 4:8 que pela graça, pensamos nas coisas do alto, as que não são daqui... Porque pensamos assim? Porque o crente - aquele que crê e obedece - tem uma vida focada na eternidade. Estamos aqui,mas não somos daqui. As tendências herdadas ou adquiridas para o mal, devem ser vencidas e controladas pelo ódio natural pelo pecado,que a graça implanta no coração. O convívio pacífico com o pecado acariciado tira nossa motivação de buscar habitualmente a Deus nas primeiras horas da manhã. Quando não sentimos esse desejo da convivência com Deus diariamente, perdemos a motivação pelas coisas espirituais e pelo Céu.O Céu não seria um lugar desejável à mente carnal; seu coração natural, não santificado, não sentiria nenhuma atração para esse puro e santo lugar; e se lhes fosse possível ali entrar, nada encontrariam que lhes fosse afim. As tendências que controlam o coração natural devem ser subjugadas pela graça de Cristo, antes que o homem caído esteja em condições de entrar no Céu, e partilhar da comunhão com os anjos puros e santos. Quando o homem morre para o pecado, e passa a viver nova vida em Cristo, divino amor enche-lhe o coração; seu entendimento é santificado; ele bebe da inesgotável fonte de alegria e conhecimento; e brilha em seu caminho a luz de um eterno dia, pois com ele está continuamente a luz da vida.

Nenhum comentário: