31 de mai de 2012

O SENHOR PROVA O JUSTO
O SENHOR prova o justo.” (Salmos 11:5) Muita gente pergunta: Mas fulano(a) não é crente?Porque está passando por tantas aflições e provações? TODOS os acontecimentos estão sob o governo da Providência Divina; portanto, todas as provas da nossa vida exterior podem atribuir-se imediatamente à grande Primeira Causa. Os homens podem ser submergidos tanto em mares de prosperidade como em rios de aflição. Para as tentações, as nossas montanhas não são muito altas nem os nossos vales muito baixos. As provas espreitam em todos os caminhos. Por toda parte, por cima e por baixo, estamos rodeados de perigos. Entretanto, nenhuma chuva cai da ameaçadora nuvem, sem permissão; cada gota recebe ordens antes de precipitar-se na terra. As provas que procedem de Deus são enviadas para fortalecer os nossos dons, e para demonstrar, ao mesmo tempo, o poder da graça divina, para provar a genuinidade das nossas virtudes e para acrescentar as suas energias. Nosso Senhor na Sua infinita sabedoria e superabundante amor valora tanto a fé dos Seus que não impedirá as provas pelas quais essa fé é fortalecida. Amigo(a),nunca terias possuído a preciosa fé que agora te sustenta, se a prova da tua fé não tivesse sido semelhante ao fogo. Tu és uma árvore que nunca te haverias arraigado tão bem se o vento não te tivesse sacudido dum lado para o outro e não te tivesses prendido firmemente às preciosas verdades do pacto da graça. A tranquilidade mundana é um grande inimigo para a fé; ela afrouxa as articulações do santo valor e rompe os músculos de sagrada coragem. O balão nunca se levanta até que as cordas não sejam cortadas. A aflição faz esta dolorosa obra nas almas crentes. Enquanto o trigo dormir confortavelmente na espiga não terá nenhuma utilidade para o homem. Antes de que o seu valor possa ser conhecido ele deve ser debulhado. Assim é bom que Jeová prove o justo, porque a prova o faz rico para com Deus!!

Nenhum comentário: