8 de jan de 2013

NO FOGO DA AFLIÇÃO, MAS ESCOLHIDOS DE DEUS
Ser escolhido por Deus não é algo insignificante. A escolha divina torna seletos os homens escolhidos. É melhor ser o escolhido de Deus do que o escolhido de toda uma nação. Esse privilégio é tão eminente, que aceitamos com alegria qualquer desvantagem vinculada a ele, assim como os judeus que comiam ervas amargas por amor ao Cordeiro Pascal. Nós aceitamos a fornalha das situações, visto que Deus ali nos prova. Somos escolhidos como um povo aflito e não como um povo próspero; escolhidos não no palácio e sim nas vicissitudes e nas provações. Na fornalha, a beleza é desfigurada, a aparência é destruída, a força é diluída, a glória própria é consumida. Apesar disso, na fornalha da aflição, o amor eterno revela seus segredos e declara suas escolhas. No tempo das provações mais intensas, Deus torna evidente o nosso chamado. Nessa ocasião, escolhemos o Senhor para ser o nosso Deus; Ele, por sua vez, nos mostra que certamente somos os seus eleitos. Portanto, se hoje a fornalha que foi destinada aos jovens hebreus naquela época, fosse acesa para nós também,sete vez mais quente, não a temeríamos, pois o glorioso Filho de Deus andaria conosco em meio às chamas incandescentes.

Nenhum comentário: