9 de jan de 2011

A CRUZ DE CRISTO

*********** Cristo na cruz renovou todas as coisas: **Inaugurou uma nova dispensação; **Criou um novo homem;**Colocou em nossa boca um novo cântico;**Deu-nos um novo coração;**Nos chamará por um novo nome;**Teremos novos céus e nova terra;**Ele faz novas todas as coisas! Agora pois vemos a importância do ministério do Espírito Santo, que por sua vez não veio uma vez por todas e pronto mais está conosco para sempre. Veio para mostrar-nos Cristo e formar Cristo em Nós. “E Eu rogarei ao Pai e Ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre com vocês. O Espírito da Verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece, vós o conheceis porque ele habita convoco e estará em vós.” (João 14.16 - 17). A palavra grega utilizada várias vezes que denota este processo da santificação operada pelo Espírito Santo em nós, é o advérbio Malon. A tradução de Malon é “Mais e mais”. O Espírito Santo quer agir em nossa vida mais e mais. Formando Cristo em Nós mais e mais. “Esta é minha oração: que o amor de vocês aumente mais e mais em conhecimento e em toda percepção. (Filipenses 1.9). “Agora lhes pedimos e exortamos no Senhor Jesus que cresçam nisso (Nova Vida) mais e mais.” (I Tessalonicenses 4.10). Paulo retoma a questão de marca, fala novamente sobre ela no verso 17: ...Trago no meu corpo as marcas de Cristo.” “Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a Salvação de todo aquele que crê.” (Romanos 1.16). Ninguém me moleste. Ninguém se chateie, ninguém tente me calar. Ninguém me incomode, pois estou pregando uma mensagem que transforma. Somos pregadores de uma mensagem que tem por centro Jesus Cristo e sua cruz. Aqueles que querem pregar outra coisa que preguem, mas nós continuaremos pregando a cruz. Martinho Lutero não se conformou com a mensagem que a igreja pregava em seu tempo, e retomou a mensagem da cruz com a reforma protestante. Que não tenhamos outro motivo de nos gloriarmos ou que seja alvo de uma obsessão a não ser na cruz de Jesus Cristo nosso Senhor. Que Jesus preencha toda nossa mente, que esta seja levada cativa ao conhecimento de Jesus Cristo. Que Jesus absorva todos os nossos horizontes e tenhamos nossa vida focada Nele. Neste mundo decadente e depravado, nós cristãos precisamos de uma marca de identificação, não uma marca física, mas o ser nova criatura formada em Cristo Jesus, crucificando o mundo, a carne e suas paixões e concupiscências. Que cheios do Espírito da verdade tenhamos uma vida marcada pelo crescimento contínuo na santificação e na vida piedosa em Cristo Jesus. Seguindo o exemplo de Paulo sejamos nós, pregadores da Cruz, do evangelho genuíno, do evangelho transformador, do evangelho da Graça de Deus. As pessoas estão cada vez mais afundadas no pecado e tem se destruído, bem como destruído outros ao seu redor pela maneira que conduzem a vida e pela maneira doentia com que se relacionam com as outras. Necessitamos cumprir a tempo e fora do tempo com nossa missão de pregar o evangelho da cruz, levando a nova vida em Cristo Jesus. (Pr.E.Viana)

Nenhum comentário: