16 de jul de 2011

MIGALHAS

“E ela disse: Sim, Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores.” (Mt 15:27)ESTA mulher ganhou alento na sua miséria, ao pensar em CRISTO DE FORMA ELEVADA. O Mestre tinha falado sobre o pão dos filhos: “Agora,” arguiu ela, “como Tu és o dono da mesa da graça, sei que também és um generoso administrador e que, sem dúvida, há abundância de pão na Tua mesa. Haverá tal abundância para os filhos que ficarão também migalhas para deitar no chão aos cães, e os filhos não passarão pior porque os cães se alimentem.” Ela pensava em Jesus como em Alguém que mantinha uma mesa com tão boa comida que tudo o que ela necessitava, era apenas uma migalha em comparação com o que havia nela. Recorda, apesar de tudo, que o que ela queria era que o demônio saísse da sua filha. Isto era para ela uma coisa grande, mas, como tinha um alto conceito de Cristo, disse: “Isto não é nada para Ele; é só como Cristo dar uma migalha.” Este é o caminho real para o alento. Teres pensamentos exagerados quanto aos teus pecados, só te pode levar ao desespero; porém, teres conceitos elevados de Cristo te dirigirá ao porto de paz. “Os meus pecados são muitos; mas, oh! Para Jesus é uma bagatela tirá-los todos. O peso da minha culpa esmaga-me como o pé de um gigante esmagaria um verme; mas essa culpa não é mais do que uma partícula de pó para Ele, porque Ele já levou a Sua maldição no Seu corpo sobre a cruz. Será uma coisa insignificante para Ele dar-me a plena redenção, se bem que será para mim uma bênção infinita recebê-la”. A mulher (sirofenícia) abre a boca da sua alma muito amplamente, esperando grandes coisas de Jesus, e Ele enche-a com o Seu amor. Querido leitor, faz o mesmo. Ela reconheceu o que Cristo lhe disse, mas agarrou-se fortemente a Ele, e extraiu argumentos até das Suas duras palavras. Ela creu grandes coisas dEle e assim ela O conquistou. ELA ALCANÇOU A VITÓRIA CRENDO NELE. O caso dela é um exemplo de fé eficaz; e se queremos vencer como ela, devemos imitar as suas táticas.

Nenhum comentário: