31 de ago de 2011

ESCOLHER A QUEM SERVIR

Até parece a voz de Josué em Siquém: "Se vocês não querem ser servos do Eterno, decidam hoje a quem vão servir. Resolvam se vão servir os deuses que seus ante-passados adoraram na terra da Mesopotâmia ou os deuses dos amorreus, na terra de quem vocês estão morando agora. Porém eu e a minha família serviremos ao Deus Eterno" (JOSUÉ 24.15, BLH). Até parece a voz do próprio Jesus: "Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro" (MATEUS 6.24 NVI). Até parece a voz de Paulo: "Os que vivem como a natureza humana quer têm as suas mentes controladas por ela. Mas os que vivem como o Espírito de Deus quer tem as suas mentes controladas pelo Espírito. Ter a mente controlada pela natureza humana produz morte; mas ter a mente controlada pelo Espírito produz vida e paz. Por isso o ser humano se torna inimigo de Deus quando a sua mente é controlada pela natureza humana" (ROMANOS 8.5-7 BLH). Em se tratando dessa constante batalha entre o secular e o religioso, entre a luz e a escuridão. A opção é entre o bem e o mal. Entre Deus e os demônios. Entre o céu e o inferno. Entre a vida e morte. Entre a bênção e a maldição. Entre a salvação e perdição. Entre o puro e o imundo. Entre o certo e o errado. Entre a santidade e a dissolução. En-tre a fé e a incredulidade. Entre o trigo e o joio. Entre a casa construída sobre a rocha e a casa construída sobre a areia. Entre a fé e as obras. Entre Jesus e Barrabás. Entre o fruto do Espírito e as obras da carne. Entre os justos e os ímpios. A Bíblia não somente apresenta os dois lados da eterna questão sob vários ângulos, como também insiste numa resposta pessoal e intransferível, do tipo:"Resolva hoje a quem você vai seguir".

Nenhum comentário: