11 de out de 2011

ADORAR A QUEM?

A música não figura entre os eventos escatológicos. No entanto, ao verificarmos as mudanças pelas quais a igreja de Deus passa atualmente, ficamos alertas quanto ao papel que a música desempenhará nos acontecimentos finais da história dessa terra.Cada dia mais se louva a Deus com músicas de nossa preferência ou gosto, ou seja, queremos louvar a Deus,mas com músicas do nosso estilo, músicas adaptadas e combinando com o nosso modo de pensar, de viver.Afinal, a música de louvor é ou não para agradar a Deus? Na igreja, a música está intimamente ligada ao culto. É o veículo pelo qual se expressa o sentimento na adoração. Canta-se para louvar a Deus como Criador e Redentor. Para fortalecer a fé, para comunicar esperança ao cansado e oprimido. Em certo sentido, na cultura ocidental, é o elemento que dá beleza e significado ao culto. “É através da música que os nossos louvores se erguem Àquele que é a personificação da pureza e harmonia.” Lúcifer desejou ser igual a Deus. Cobiçou as honras e as glórias devidas somente ao Criador (Isaias 14:13-14). Sua concupiscência o leva a ser expulso do céu acompanhado da terça parte dos anjos que aderiram suas idéias (Ap. 12:3-4 e 7-9). Estabelece nessa terra seu quartel general estabelecendo aqui um sistema de culto e adoração a si mesmo. “...Ai da terra e do mar, pois o diabo desceu até vós, cheio de grande cólera, sabendo que pouco tempo lhe resta.” (Ap. 12:12). No monte da tentação revelou sua sede por adoração, oferecendo a Jesus os reinos desse mundo em troca da adoração (Mt.4:9). Pelos séculos, o grande conflito cósmico criado por Lúcifer contra Deus tem como centro: Quem será adorado? Quem será reconhecido? Este poder antagônico não suporta pessoas que se atrevem a adorar a Deus. Faz o que pode para destruir a beleza e a santidade do verdadeiro culto. Infiltra-se. Influencia pessoas receptivas. Atrapalha. Desvirtua como pode transformando em maldição aquilo que seria uma bênção. Sobretudo na música, pela relevância que ocupa na forma como se adora no mundo ocidental. “Satanás opera entre a algazarra e a confusão de tal música, a qual, devidamente dirigida, seria um louvor e glória para Deus. Ele torna seu efeito qual venenoso aguilhão da serpente.”

Nenhum comentário: