12 de nov de 2011

RESPOSTA A MIRYA - O LADRÃO E JESUS

A profecia que vamos estudar hoje foi feita do alto da cruz do calvário. Lá estava Jesus, entre dois ladrões sendo vítima de toda sorte de crueldade e zombaria. Um dos bandidos passou a cobrar de Jesus uma ação imediata, ou seja, uma manifestação sobrenatural que tirasse os três daquela situação.

O outro ladrão repreende a incredulidade do primeiro. Reconhece que ambos estão naquela situação porque merecem, estão pagando o preço dos pecados e crimes cometidos. Afirma ainda que Jesus não é culpado de nada e, então, faz um pedido: “Senhor, lembra-te de mim quando entrares no teu reino” (Lucas 23:42).
Neste contexto Cristo faz uma das mais belas profecias de Seu ministério. “Em verdade te digo hoje estarás comigo no Paraíso” (Lucas 23:43).
Creio que é importante dedicar o espaço desta frase para analisar esse verso que causa confusão para algumas pessoas. Ao ser traduzido para o português o texto ficou assim: “em verdade te digo hoje estarás comigo no paraíso”. Desse jeito dá a impressão que ainda naquela sexta-feira aquele ladrão convertido teria ido com Jesus para o paraíso.

E não é uma questão difícil. A Bíblia explica a Bíblia. “O que necessitamos saber é se Jesus quis dizer “te digo hoje ou hoje estarás”. E para saber qual das expressões está correta, é necessário que descubramos as respostas na Bíblia das seguintes perguntas: O que é o paraíso? Foi Jesus ao paraíso, no mesmo dia em que morreu? Que ensinou Jesus acerca do momento quando os seres humanos recebem a recompensa no paraíso ou reino de Cristo?” (S.D.A.B.C. vol.5 pg. 855)

Vamos começar entendendo o que Jesus queria dizer com a expressão paraíso. “Paraíso, vem de uma palavra persa que quer dizer “lugar cercado”, “parque”, onde há muitas árvores, e onde com freqüência se encontrava animais para a caça. Estava cercado com muros e muitas vezes, havia torres para os caçadores. A palavra hebraica pardes, também foi traduzida por bosque, jardim, jardim do Éden.

No Novo Testamento a palavra paraíso, está muito ligada com o céu e a nova terra. Segundo apocalipse 2:7, a árvore da vida aparece “no meio do paraíso de Deus”. Em apocalipse 21:1-3, 10 e 22:1-5, a árvore da vida aparece junto com a nova terra, a nova Jerusalém, o rio da vida e o trono de Deus. Portanto não há duvida que a palavra paraíso é sinônimo do céu.

Quando Jesus assegurou ao ladrão que ele teria um lugar no paraíso, Ele estava se referindo as muitas moradas da casa de seu Pai, e ao momento quando se reuniria com os filhos dEle (João 14:1-3).

A segunda pergunta que precisamos responder é: “Foi Jesus ao paraíso no mesmo dia em que morreu?”

“Na véspera da traição, menos de 24 horas antes da fazer esta promessa profética ao ladrão, Jesus havia dito aos doze: “Na casa de meu Pai há muitas moradas… vou preparar-vos lugar…virei outra vez , e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estou estejais vós também” (João 14:1-3). No entanto, três dias mais tarde, Jesus disse para Maria: Não me detenhas, pois ainda não subi Meu Pai (João 20:17).

É evidente que Jesus não foi ao paraíso e nem esteve no paraíso no dia da sua crucifixão e morte. Portanto, o ladrão não poderia ter estado com Jesus no paraíso naquela sexta-feira, quando foi feita a promessa.” (idem).Vamos a terceira pergunta: O que ensinou Jesus acerca do momento quando os seres humanos receberão a recompensa no paraíso?

“Através de todo o Seu ministério, Jesus havia declarado especificamente que recompensaria a cada um segundo as suas obras, quando voltasse na glória de seu Pai e dos santos anjos (Mat.16:27). E somente neste momento é que convocaria e convidaria a todos os salvos de toda a terra e de todos os tempos para que herdem o reino que esta preparado desde a fundação do mundo (Mat.25:31,34)” (ibidem).O apostolo Paulo ensinou que os que dormem em Jesus sairão das tumbas quando Cristo vir a segunda vez ( I Coríntios 15:20-23), e somente então receberão a imortalidade, o grande prêmio de terem sido fiéis a Deus (I Coríntios 15:51-55). Assim, no momento em que Jesus retornar pela segunda vez, todos os justos mortos ressuscitarão e os justos vivos serão transformados e arrebatados para estarem para sempre com o Senhor (I Tessalonicenses 4:16-17).
Mas por que, então, o texto aparece como que dizendo que Jesus estava garantindo que “hoje”, naquele dia, o ladrão estaria no paraíso?
Quando a Bíblia foi escrita, não havia pontuação. As frases eram escritas sem pontos e ou vírgulas. A maneira coerente de traduzir este verso para a nossa língua e respeitando o que a Bíblia diz sobre todos os assuntos mencionados, seria assim: “Na verdade te digo hoje, estarás comigo no paraíso”.
Colocando a vírgula no lugar certo o tema fica claro e de acordo com todo o restante da Bíblia. Não há recompensa, seja para o bem ou para o mal, antes da volta de Jesus. Isso é claríssimo em toda a Palavra de Deus.Milhares e milhões de salvos estarão no paraíso de Deus. Pecadores arrependidos como o ladrão que foi crucificado ao lado de Jesus.
Você já aceitou esse sacrifício tão grande? A oportunidade é oferecida por Deus a você, mais uma vez. Aceite-o agora. E Ele responderá: “Na verdade te digo hoje, estarás comigo no paraíso”.
Creia no Senhor e você estará seguro. Creia nos profetas dEle e você prosperará.

Nenhum comentário: