11 de fev de 2012

CRIATURAS DE DEUS NÃO SIGNIFICA O MESMO QUE FILHOS DE DEUS.


Todos os homens são criaturas de Deus, mas filhos de Deus – os únicos que terão um lugar no céu – são somente aqueles que nasceram de novo através do Espírito Santo, como Jesus disse: “Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito Santo não pode entrar no reino de Deus” (João 3.5).

O Senhor Jesus disse: "Errais, ignorando as Escrituras..." (Mat. 22:29). Só a palavra de Deus nos pode dar luz sobre o assunto.
Querido(a), se você tiver uma Bíblia à mão -não importa de que versão se trate - tome-a, e procuremos resposta nela.

Vejamos, por exemplo, João 1:11-13: "(Jesus) Aos Seus veio, e os Seus não lhe receberam. Mas a todos os que Lhe receberam, aos que crêem em Seu nome, deu-lhes poder de serem feitos filhos de Deus; os quais não são gerados do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas sim de Deus".

A versão da Bíblia na Linguagem de Hoje diz: "Veio viver neste mundo, mas seu povo não o aceitou. Mas aqueles que o aceitaram e creram nele, chegaram a ser filhos de Deus. São filhos de Deus por vontade divina, não por vontade humana".
Salta imediatamente à vista que o ser filho de Deus não é uma condição com a qual nascemos. Não somos filhos de Deus somente pelo fato de ter vindo a este mundo.
É um dom de Deus, um privilégio dado a "os que lhe receberam... os que crêem em seu nome". De tal maneira, então, que os que não o aceitaram nem creram nele, não são filhos de Deus!

Os que creem têm testemunho de que somos filhos de Deus pelo fato de ter crido, de ter recebido a Cristo em nosso coração. A palavra de Deus também nos diz que antes desse dia estávamos incluídos entre "os filhos da desobediência, entre os quais também todos nós vivemos em outro tempo nos desejos da nossa carne... e éramos por natureza filhos da ira (Ef. 2:3).

Éramos filhos da desobediência, e filhos de ira, vale dizer, a ira de Deus estava sobre nossas vidas. O gênero humano herdou da queda de Adão, o primeiro homem, sua natureza pecaminosa, "por quanto todos pecaram, e estão destituídos da glória de Deus" (Rom. 3:23).

Deus é santo, e não tem comunhão alguma com o pecado, embora Ele ame o pecador e busca lhe salvar. Por isso deu a Seu Filho unigênito, Jesus, "para que todo aquele que Nele crê, não se perca, mas tenha a vida eterna" (João 3:16).
Por esta razão é pregada a palavra do evangelho, para que os homens saibam que só recebendo o Filho de Deus podem ser salvos e chegar a serem filhos de Deus mediante a fé em Jesus Cristo.

Nenhum comentário: