9 de jul de 2011

MAIS SOBRE A LEI DE DEUS

Cristo veio para dar exemplo da perfeita conformidade com a lei de Deus, requerida de todos - desde Adão, o primeiro homem, até ao último homem que viver na Terra. Ele declarou que Sua missão não era destruir a lei mas cumpri-la em perfeita e integral obediência. Desta maneira Ele engrandeceu a lei e a fez gloriosa. Em Sua vida revelou Ele sua natureza espiritual. À vista dos seres celestiais, dos mundos não caídos, e de um mundo desobediente, ingrato e profano, Ele cumpriu os vastos princípios da lei.Ele veio para demonstrar que a humanidade, unida à divindade por viva fé, pode guardar todos os mandamentos de Deus. Ele veio para tornar claro o imutável caráter da lei, para declarar que a desobediência e a transgressão jamais podem ser premiadas com a vida eterna. Veio para a humanidade como homem, para que a humanidade pudesse tocar a humanidade, enquanto a divindade se mantivesse no trono de Deus.Mas de modo algum veio Ele para atenuar a obrigação dos homens de ser perfeitamente obedientes. Ele não destruiu a validade das Escrituras do Antigo Testamento. Cumpriu aquilo que foi predito pelo próprio Deus. Veio, não para libertar o homem dessa lei, mas das ordenanças de opressão que o povo judeu mantinha sob guarda, a lei do "olho-por-olho, dente-por-dente", a lei que não dava espaço ao amor ao próximo!Veio para abrir caminho pelo qual ele pudesse obedecer a Lei do Amor, a Lei do Seu Pai, e ensinar outros a fazerem o mesmo. O Senhor não salva pecadores anulando Sua lei, que é o fundamento de Seu governo no Céu e na Terra. Deus é juiz, guarda da justiça. A transgressão de Sua lei, uma única vez que seja, no menor particular, é pecado. Deus não pode desobrigar da lei, não pode anular o menor de seus itens a fim de perdoar o pecado. A justiça, a excelência moral da lei, tem de ser mantida e justificada perante o universo celeste. E essa santa lei não pôde ser mantida a qualquer preço menor que a morte do Filho de Deus.Deus não anula as Suas leis. Ele não age contrariamente às mesmas. Não desfaz a obra do pecado. Mas Ele transforma. Mediante Sua graça a maldição resulta em bênçãos. As leis de Deus têm seu fundamento na mais imutável retidão e são estruturadas de modo que promovem a felicidade dos que as observam.A lei dirige os homens a Cristo, e Cristo os encaminha de volta à lei.

Nenhum comentário: